AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Crônica da Xênia: De onde virá a salvação?

Em um mundo repleto de notícias tristes, os seres humanos sentem sede de bondade

Redação Publicado em 22/10/2015, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Xênia - Shutterstock
Xênia - Shutterstock
Você, cara leitora, com certeza é bem informada. Os telejornais prestam um enorme serviço e através deles, tirando os exageros, sabemos que o mundo não vai nada bem. Talvez tenha sido sempre assim, e não tínhamos como saber. Mas, de verdade, me deprime o que eu assisto! 
O horror dos refugiados que perdem tudo, jogados aos milhares de um lado para o outro. Ninguém quer saber deles: crianças, mulheres e homens famintos, no limite do desespero. Notícias que estão chegando cada vez mais perto de nós. Portanto, não diga que é em um lugar distante, em uma cultura e religião diferentes. Nós pertencemos à família humana, a dor do meu semelhante é a minha. Somos um só corpo! Se um órgão adoece, o corpo todo se ressente.
  Foi sintomático e me surpreendeu muito a acolhida que o Papa Francisco recebeu nos Estados Unidos. E ela confirmou o que venho observando e sentindo: o mundo está doente, desesperadamente procurando alguém que lhe indique a cura! A maioria dos norte-americanos é protestante, somente 20% são católicos. Mesmo assim, todos foram para a rua, gritando amorosamente o nome de Francisco, levando as crianças para serem abençoadas, com os olhos brilhantes de esperança. Parecia até o Brasil, impressionante! 
Todos os povos não aguentam mais as consequências da irresponsabilidade que nós mesmos criamos. E estamos agora esperando o salvador. Talvez o Papa esteja abrindo o caminho, se não for impedido de fazê-lo... 


SOLIDARIEDADE É disso que a humanidade precisa em dias tão hostis




Comente a coluna no Facebook: facebook.com/anamaria