Bem-estar e Saúde Cuidado com Dr. Google

Doeu e você já toma remédio? Saiba os riscos da automedicação para o corpo

Além do efeito terapêutico, produtos também possuem efeitos colaterais e interações medicamentosas

terça 23 outubro, 2018
Efeitos colaterais dos remédios podem ser um risco para saúde
Efeitos colaterais dos remédios podem ser um risco para saúde Foto:Shutterstock

Veja mais

Tomar remédios sem prescrição médica pode trazer inúmeros perigos para a nossa saúde. De acordo com o geriatra Paulo Camiz, que é professor da Faculdade de Medicina da USP, além de idealizador do projeto Mente Turbinada, os problemas podem variar conforme a medicação e a quantidade ingerida.

No entanto, a faixa etária também conta muito. "O pessoal da terceira idade, especialmente, é mais sujeito aos efeitos adversos e desfechos desfavoráveis dos medicamentos, que podem levar a quedas e confusão mental", ressalta.

Para AnaMaria, o médico deu exemplos práticos do que um simples remédios podem causar, quando tomados de maneira errada. Confira!

ASPIRINA

Ela faz parte de uma classe de remédios conhecida como anti-inflamatórios não hormonais. Dependendo da dose, pode gerar efeitos colaterais, como agressão à mucosa gastrointestinal (podendo causar úlceras) e antiagregação plaquetária (conhecido como “afinar o sangue”), resultando em hemorragias, lesão renal e aumento de pressão arterial.

ANALGÉSICO

Tomados muitas vezes para aliviar uma dor de cabeça ou enxaqueca, eles podem mascarar algo maior que ainda não foi investigado pelo médico. Também pode gerar perda progressiva do efeito analgésico e transformar a cefaleia em algo crônico, pois ela muda de característica e passa a se manifestar quase que diariamente. Isso sem falar dos efeitos colaterais específicos do remédio usado.

RELAXANTES MUSCULARES

É recomendado utilizar com acompanhamento médico. Além de causar uma “moleza”, fazendo com que o paciente se sinta muitas vezes fraco, essas medicações também causam sonolência. "Não é incomum receber em meu consultório pacientes (principalmente idosos) com queixas de tontura e histórias de quedas (um grande problema na faixa etária geriátrica), cuja causa é oriunda de relaxantes musculares", lembra o médico.

FITOTERÁPICOS

Esse é um ponto muito importante. Não é porque se trata de um produto de origem vegetal, que ele é benéfico. Vale lembrar, por exemplo, que maconha e cocaína têm origem vegetal e poderiam ser teoricamente consideradas fitoterápicas.  Trata-se de um remédio como qualquer outro e, por ter efeitos colaterais e interações medicamentosas desconhecidas, exige cautela ainda maior.

Da Redação
Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

BEM-ESTAR

  1. 1 No Dia Mundial da Gentileza, confira atos que fazem a diferença
  2. 2 Susana Vieira revela que tem leucemia: "Estou ótima e feliz"
  3. 3 5 alimentos essenciais para combater a má digestão
  4. 4 Sabia que a alimentação pode causar a rinite alérgica?
  5. 5 O que a aparência das unhas pode dizer sobre a sua saúde