AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Espiritualidade: A mágoa só faz mal...

Raiva, ódio, desamor e sede de vingança podem até causar doenças

Mel Aitak* Publicado em 30/11/2015, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

A mágoa só faz mal... - Dreamstime
A mágoa só faz mal... - Dreamstime
Um ditado popular, cuja autoria desconheço, diz algo mais ou menos assim:  “O ódio é o veneno que eu tomo querendo que o outro morra”. Ou seja: intoxicamos de tal forma nossa alma com esse sentimento que podemos até adoecer. A americana Louise Hay, autora de livros sobre autoajuda, costuma dizer que todas as doenças são criadas por nós mesmos. Na verdade, ela fala que somos totalmente responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso corpo porque, invariavelmente, esse problema é decorrência da falta de perdão ou das mágoas guardadas a sete chaves. Ela pode falar com segurança sobre o assunto. Essa americana teve uma vida difícil. Passou por violência e maus-tratos quando criança. Enfrentou um câncer, mas superou tudo para se transformar numa das instrutoras de cura mais respeitadas do mundo. Sua receita? Perdão e mudança dos modelos mentais que geram as doenças. Tristeza profunda, ódio e vontade de se vingar de alguém mostram um padrão alterado de comportamento. Somos humanos. Então, sentimos raiva e temos mágoa. Mas não podemos deixar esses sentimentos estabelecerem morada no nosso peito. Por isso, comece hoje mesmo algumas afirmações positivas de Louise Hay para espanar o que não tem mais lugar na sua vida. Tente, todos os dias, repetir esses pensamentos e espere pelos resultados: “toda experiência que tenho é perfeita para o meu crescimento” ou “meu dia começa e termina com gratidão e alegria”. Paz e muita luz!



*Mel Aitak é mestre em reiki, terapeuta holística, naturopata e estudiosa dos temas ligados à espiritualidade