AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Espiritualidade: O caminho até Deus

A fraternidade é o alho que nos leva diretamente aos braços do pai

Mel Aitak (*) Publicado em 14/03/2016, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Espiritualidade: O caminho até Deus - Dreamstime
Espiritualidade: O caminho até Deus - Dreamstime
Um dos espiritualistas de quem mais gosto é o guru indiano Paramahansa Yogananda (1893-1952). Ele ensinou seus discípulos a meditarem sobre o amor. Seu objetivo era fazê-los entender que existe uma forte ligação entre Deus, o nosso eu e o outro. Yogananda dizia: “O amor é a porta tanto para a mente de Deus quanto para o coração de quem você é”. Ou seja: é o caminho natural até os braços do Pai, assim como a fraternidade. É também a solução para todos os problemas deste mundo. 

Sabe por quê? Quando aprendemos a amar incondicionalmente, deixamos de ser egoístas. Passamos a prestar mais atenção no outro – homem ou animal. Sentimos as suas dores e o seu sofrimento. Comemoramos sua alegria e passamos a viver como irmãos verdadeiros. 

Por conta de nosso estágio de evolução ainda muito primário – a espiritualidade nos enxerga como crianças birrentas –, não conseguimos manter por muito tempo essa sensação de plenitude. Então, em muitos momentos deixamos nosso ego falar mais alto. É justamente ele que não admite ser contrariado. Quando estamos comprometidos em mudar nosso comportamento, pois acreditamos que durante nossas vidas caminhamos para redescobrir Deus, rapidamente consertamos o que fizemos de errado. Assim, saímos das trevas. E nada é mais gratificante do que ver alguém submergindo da escuridão porque acredita  na luz. Cuide-se bem. Muita paz e luz!



*Mel Aitak é mestre em reiki, terapeuta holística, naturopata e estudiosa dos temas ligados à espiritualidade.