Insegurança na gestação: busque apoio do seu médico durante o período

Lembre-se de que você é única e com uma bagagem de vida diferente de qualquer pessoa

Da Redação Publicado domingo 28 junho, 2020

Lembre-se de que você é única e com uma bagagem de vida diferente de qualquer pessoa
Ouça os conselhos e as experiências dos amigos, porém analise criticamente as questões e as discuta com seu médico - ekseaborn0/Pixabay

É comum a insegurança com relação à gestação. Trata-se de um momento de grande ansiedade e fragilidade emocional. 

Frente à grande quantidade de informação a que temos acesso hoje em dia, é natural nos questionarmos a respeito de nossas capacidades de enfrentar o momento do parto e criarmos os nossos filhos. 

E esse é um ponto que gera angústia e insegurança. Infelizmente, a internet não faz análise crítica do que nela é colocado. Cabe a nós, ao lermos uma notícia ou informação, buscar a fonte na qual ela se baseia. 

Notícias na área de saúde devem se basear em artigos científicos de boa qualidade com metodologia aprovada em conselho editorial ou advinda de meios acadêmicos como faculdades de medicina, hospitais de referência, ministérios ou secretarias de saúde. 

Todos esses só podem emitir opiniões sobre assuntos nos quais não apresentem relacionamento profissional com qualquer empresa que possa ter ganho com a informação. O seu obstetra é o profissional mais habilitado a lhe dar informações corretas do ponto de vista médico e científico sobre o processo de gestação e parto. 

Outro profissional a ajudar é o pediatra, que pode ser consultado ainda durante o pré-natal. Ele vai lhe dar informações sobre o processo de aleitamento e cuidados com o recém-nascido. 

Sendo assim, a escolha de bons profissionais para esclarecer suas dúvidas e dirimir sua ansiedade e medo é fundamental para uma gestação e parto tranquilo. Busque um profissional que lhe dê segurança e conforto emocional. 

Parentes e amigos anseiam por ajudá-la, mas devemos lembrar que as experiências de vida são únicas para cada um de nós e, muitas vezes, o que foi excelente para um pode não ser para o outro. 

Portanto, lembre-se de que você é única e com uma bagagem cultural e de vida diferente de qualquer outra pessoa. 

Ouça os conselhos e as experiências dos amigos e familiares, porém analise criticamente as questões e as discuta com seu médico para que, juntos, escolham o melhor caminho. 

ALEXANDRE PUPO é ginecologista do Hospital Sírio-Libanês, obstetra, membro do corpo clínico do Hospital Albert Einstein. Ele também é mastologista e membro titular do núcleo de mastologia do Hospital SírioLibanês. É diretor clínico da Clínica Souen, onde atende: www.clinicasouen.com.br

Último acesso: 05 Jul 2020 - 04:54:41 (1114720).