AnaMaria

Ivermectina em excesso teria levado a surtos de sarna resistente

Alerta, feito por pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas, pode ajudar a entender surto da doença em Pernambuco

Da Redação Publicado em 29/11/2021, às 09h25 - Atualizado às 09h26

Ivermectina faz parte do 'kit covid'. - Vivian Ortiz/AnaMaria Digital
Ivermectina faz parte do 'kit covid'. - Vivian Ortiz/AnaMaria Digital

Pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) fizeram um alerta sobre o consumo indevido do antiparasitário Ivermectina em agosto deste ano. Vale lembrar que a medicação faz parte do chamado "kit Covid", que prometia tratar o novo coronavírus, mas que já foi comprovado que não oferece nenhum benefício no tratamento ou prevenção da doença.

Em um artigo científico, os pesquisadores analisaram casos de sarna humana (escabiose) resistente à Ivermectina, droga usada para essa doença. Uma das possibilidades dessa alta de casos de escabiose resistente é por conta do uso irracional da Ivermectina. 

"O surto está configurado, pois está havendo um aumento rápido de casos de lesões de pele com coceira e outros sintomas”, afirma a professora Sabrina Neves, uma das autoras do trabalho, em comunicado divulgado na última sexta-feira (26).

Ela faz referência aos mais de 250 casos de erupções cutâneas e coceira de origem desconhecida que estão sendo investigados em Pernambuco. “Ainda não há diagnóstico da doença que está causando o surto. Algumas hipóteses da etiologia [origem] estão sendo testadas; entre elas está a escabiose levantada pelo artigo.”