Má digestão? Nunca mais! Saiba como preveni-la e tratá-la com a alimentação

Saiba como prevenir e tratar a má digestão com a alimentação

Karla Precioso Publicado domingo 17 novembro, 2019

Saiba como prevenir e tratar a má digestão com a alimentação
Muitas pessoas têm problemas de digestão e, consequentemente, sofrem com desconfortos - Banco de Imagem/Getty Images

Quem nunca sentiu aquele mal-estar depois de comer demais ou sofreu as dores de uma escolha errada no cardápio? 

Muitas pessoas têm problemas de digestão e, consequentemente, sofrem com desconfortos, como azia, refluxo, queimação, gases, prisão de ventre e sensação de peso no estômago: “Esses sintomas afetam até mesmo o humor, podendo nos deixar irritados e impacientes”, explica Cintya Bassi, nutricionista do Grupo São Cristóvão Saúde. 

A boa notícia é que a solução para esses incômodos pode estar num cardápio com propriedades digestivas. 

“O consumo de alimentos que fornecem substratos ao corpo – substâncias que protegem o estômago e ajudam o intestino a funcionar de forma adequada – ajuda a manter o equilíbrio da saúde e bem-estar”, enfatiza a especialista. 

Confira o que incluir no prato e sinta-se aliviada!

  • CEREAIS INTEGRAIS: são ricos em fibras e outros nutrientes que facilitam o trânsito intestinal e, de quebra, protegem contra alguns tipos de câncer, como o colorretal.
  • AZEITE: é capaz de melhorar a secreção biliar, facilitando a digestão e atuando positivamente em órgãos como pâncreas e vesícula.
  • ABACAXI: a fruta tem uma enzima digestiva natural, a bromelina, que alivia aquela sensação de peso no estômago após a refeição. Facilita a digestão e auxilia na quebra de nutrientes, como proteínas e gorduras, gerando melhor absorção e metabolização. 
  • MAMÃO: é muito bom para quem sofre com constipação, pois suas propriedades laxativas ajudam a melhorar o funcionamento do intestino. Contém também papaína – substância que facilita a digestão. 
  • IOGURTE: repleto de proteínas, carboidratos e outros nutrientes. Ainda carrega bactérias benéficas que diminuem a ansiedade e protegem a flora intestinal, acabando com os gases e as infecções intestinais.
  • FRUTAS VERMELHAS: fontes de antioxidantes, elas têm forte ação anti-inflamatória, ajudam a manter a saúde das células e diminuem o risco de câncer de fígado e intestino.
  • GENGIBRE: possui alto teor de óleos essenciais, além de seus princípios picantes, que ajudam no tratamento da dispepsia (desconforto digestivo), náuseas e vômitos.
  • CHÁS: são ótimos amigos do intestino. A ervadoce, por exemplo, possui uma substância chamada ácido málico, que melhora a digestão através do fornecimento de uma quantidade de hidrogênio necessária para a acidificação do estômago. Outro benefício é que, graças a outra substância chamada anetol, a erva reduz os gases. Já a hortelã fortalece os órgãos digestivos, prevenindo inflamações, e diminui os gases e a acidez do corpo.

5 DICAS

  1. Mastigação: é importante comer sem pressa, mastigando bem os alimentos;
  2. Descanso: evite se deitar logo após as refeições, sobretudo quando ingerir alimentos pesados;
  3. Jejum: não faça jejuns prolongados, pois o hábito deixa o sistema digestivo mais exposto ao ácido gástrico, causando desconfortos;
  4. Medicamentos: alguns remédios, especialmente os antibióticos, podem destruir as bactérias que auxiliam na digestão. Por isso, é recomendável associar probióticos (leite fermentado e iogurte) ao uso da medicação;
  5. O fracionamento da alimentação também é indicado: comer em quantidades menores e mais vezes ao dia (5 a 6 refeições diárias) é o ideal.  

VILÕES
A dieta para problemas digestivos deve limitar ou excluir os alimentos irritativos da mucosa gástrica e que retardam o esvaziamento gástrico, como: 

  • ADOÇANTES ARTIFICIAIS: o consumo em excesso pode provocar má digestão e irritação intestinal, causando gases, inchaço e diarreia. 
  • CAFÉ: se consumido em grande quantidade, ele pode causar irritação gástrica e sintomas como dor e azia. 
  • FRITURAS E GORDURAS: deixam a digestão mais lenta, podendo causar gases, inchaço, prisão de ventre entre outros problemas. 
  • LEITE: o açúcar da bebida (lactose) pode causar dores abdominais e diarreia.

Último acesso: 16 Jan 2021 - 18:02:17 (1087285).