AnaMaria
Bem-estar e Saúde / Fique atento!

Mau-hálito, bruxismo e dentes: veja 5 mitos e verdades sobre saúde da boca

Separamos 5 mitos e verdades sobre saúde da boca, para você ter dentes cada vez mais fortes

Da Redação Publicado em 02/02/2022, às 08h00

Conheça alguns mitos e verdades sobre a saúde da boca - Diana Polekhina/Unsplash
Conheça alguns mitos e verdades sobre a saúde da boca - Diana Polekhina/Unsplash

Cuidar dos dentes é algo fundamental para a saúde do indivíduo, como um todo. Mas quem nunca teve dúvidas sobre o tema? AnaMaria Digital conversou com o cirurgião dentista Reginaldo Júnior, atrás de algumas respostas. Confira!

1.CLAREAMENTO CASEIRO É PERIGOSO: MITO!

De acordo com o especialista, os dentistas usam fórmulas, seja confeccionadas por empresas ou manipuladas por farmácias, em que os componentes químicos são preparados com exatidão, indicar cada porcentagem de maneira adequada para cada paciente. O clareamento caseiro, além de muito indicado pelos especialistas, tem uma durabilidade muito boa, quando feito de forma correta, segundo ele. “Confeccionamos moldeiras individuais e personalizadas, trazendo para cada paciente o conforto do tratamento como deve ser feito”, ressalta.

2.EXISTE DENTE FRACO: É MITO!

Isso não existe, pois nossos dentes são muito fortes. Tanto que, se bem cuidados, eles podem durar a vida inteira. O que acontece com frequência, segundo Reginaldo Júnior, é a doença periodontal, ou seja, o enfraquecimento do periodonto, que são as estruturas que ligam os dentes à boca (ossos e ligamentos), devido a falta de cuidado oral e inflamações crônicas. Em consequência dessa falta de cuidado, pode acontecer a perda dos dentes.

3.ENXAGUANTE BUCAL COM ÁLCOOL FAZ MAL: VERDADE!

O álcool é altamente prejudicial à saúde e ao trato oral. Tanto que, quando entra em contato direto com a mucosa, provoca sensação de queimação na boca, mostrando que há algo de errado. Em muitos países, o uso do álcool no enxaguante bucal é proibido, porém no Brasil é permitido.

4.BRUXISMO TEM RELAÇÃO COM O ESTRESSE: VERDADE!

O Bruxismo é reconhecido como uma doença multifatorial, com o fator psicológico sendo altamente ligado à doença. “A pessoa que apresenta bruxismo normalmente é muito estressada, muito agitada, ansiosa e preocupada. Atualmente 60% dos pacientes que vão à clínica estão desenvolvendo bruxismo, ou já possuem o bruxismo crônico, e todos esses casos têm relação direta com saúde mental”, garante o especialista.

5. MAU HÁLITO SE RELACIONA SÓ AOS CUIDADOS ORAIS. É MITO!

Apesar da causa do mau hálito ser mais comum por conta de uma higiene oral malfeita, existem outras causas associadas a essa condição, como a desidratação, a ansiedade, o jejum prolongado, o tabagismo, patologias no sistema digestivo, respiratório, diabetes mal controlada e uso de alguns medicamentos que possam alterar a produção da saliva.