AnaMaria

Mensagem da Karlinha: É preciso aceitar todos como são!

O defeito que cada um tem é que faz nossa convivência ser tão estimulante e gratificante

Karla Precioso Publicado em 20/12/2017, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Mensagem da Karlinha: É preciso aceitar todos como são! - iStock
Mensagem da Karlinha: É preciso aceitar todos como são! - iStock

Conta a lenda que uma senhora todo dia carregava dois baldes, cada um suspenso na extremidade de uma vara. Um deles estava rachado e o outro em perfeito estado. Este permanecia cheio de água ao fim da caminhada, enquanto o outro sempre chegava meio vazio. Durante muito tempo a coisa seguiu assim... O balde “perfeito” se sentia orgulhoso, enquanto o balde rachado se envergonhava do problema. Até que um dia ele falou à mulher: “Tenho vergonha de mim, porque essa rachadura me faz perder metade da água que carrego”. Ela respondeu sem pestanejar: “Você reparou nas lindas flores que existem apenas do teu lado do caminho? Plantei sementes na beira da estrada e todo dia você as regava. Colhi belíssimas espécies! Se você não fosse como é, eu não teria enfeitado minha casa”. 

É isso: ninguém é perfeito. Mas o defeito que cada um tem é que faz nossa convivência ser tão estimulante e gratificante. É preciso aceitar cada um pelo que é... E descobrir o que há de bom em todos. Boa semana e fique com Deus.