AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

"O jeito é separar!"

Toda vez que vocês brigam, um dos dois ameaça pedir o divórcio? É hora de refletir e falar seriamente sobre o assunto

Silvia Regina Publicado em 26/08/2015, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Comportamento separação 984 - shutterstock
Comportamento separação 984 - shutterstock
Ontem a situação se repetiu: vocês discutiram feio e seu marido disse – mais uma vez – que é melhor se separarem. Quem já passou por algo parecido sabe como é desgastante viver dessa maneira. “Quando se sentem incomodadas, algumas pessoas acabam falando demais”, explica a terapeuta de casais Iara Camarata Anton, de Porto Alegre (RS). O problema é que isso magoa, mesmo que a ameaça tenha sido da boca pra fora. Mas a dúvida fica: não seria melhor dizer adeus? Veja ao lado como lidar com a questão.

Avalie a situação
Reflitam juntos sobre os motivos de tantos desentendimentos. “É importante expressar o que sente, mas sem desmerecer o outro”, explica a terapeuta.

Controle os impulsos
Impulsividade só atrapalha. Se surgiu a vontade de falar “vamos nos separar”, pare, pense e avalie se é isso mesmo o que você deseja. Se a proposta surge do parceiro, também vale se segurar para não revidar a ameaça com agressividade. Atitudes assim desgastam demais.

Deixe a cabeça esfriar
“Separação é coisa séria, não dá para decidir no calor de uma discussão”, alerta a especialista. Portanto, espere para questionar se esse é mesmo o melhor caminho quando as coisas estiverem mais calmas entre vocês. 

Repense o relacionamento
Nenhuma relação é cem por cento positiva. “Todas têm algo bom e momentos de insatisfação. Você deve colocar na balança o que dá prazer e o que causa só desprazer”, diz Iara. Pense sobre seus sentimentos, sobre como é tratada e avalie se vale a pena seguir em frente. Procurar uma terapia de casal pode ser uma boa saída nessas horas. 

Tenha uma conversa franca 
Converse com seu parceiro de maneira adulta. Coloque seus pontos de vista, mostre como se sente ao ser ofendida e com as ameaças de separação. Lembre: nada de atacar o outro! Se mesmo assim vocês não chegarem a um acordo e a ideia de separação continuar pairando no ar, talvez o melhor seja cada um seguir o próprio caminho. 


{# Taboola Newsroom #}