AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Bem-estar e Saúde / Alimentação

Ortorexia: quando o "comer saudável" pode ser um problema para a sua saúde

Entenda como funciona a Ortorexia na busca pelo "corpo perfeito"

Na ortorexia, a pessoa fica obcecada em consumir somente alimentos "puros". - Vince Fleming/Unsplash
Na ortorexia, a pessoa fica obcecada em consumir somente alimentos "puros". - Vince Fleming/Unsplash

Fala pessoal da AnaMaria, tudo bem? Você sabe o que é ortorexia? Trata-se de um transtorno comportamental e alimentar que é a busca excessiva pelo alimento perfeito. Mas será que existe esta alimentação perfeita? Na minha opinião, o radicalismo não funciona a longo prazo e não é positivo, pensando em nosso conforto mental.

No caso da ortorexia, a pessoa fica obcecada em consumir somente alimentos "puros", sem pesticidas ou agrotóxicos, gordura industrializada, conservantes ou açúcar refinado. Para abordar este tema, minha convidada da semana é a nutricionista Fernanda Frare Zanetti, especialista em gastronomia e gestão de negócios de alimentação. (@fernandafrarezanetti).

" A relação emocional com o problema é muito forte. Apesar de parecer uma ideia incrível, de planejar e colocar em prática uma refeição perfeita, este comportamento pode caminhar para um transtorno grave. A vida social é impactada severamente, já que as festas, confraternizações, jantar com a(o) parceira(o) tornam-se um suplício. É comum ocorrer o afastamento de pessoas próximas e familiares", afirma a especialista

Como causa principal da ortorexia, podemos elencar a busca por um corpo perfeito e pelos padrões de beleza. O diagnóstico deve ser feito por um médico, por meio de uma avaliação detalhada, levando em consideração os hábitos alimentares, contexto familiar e social do indivíduo.

A causa raiz deve ser mapeada e fica o importante questionamento: em que momento e por qual motivo esta busca incessante teve início? Quais os principais gatilhos emocionais foram acionados?

FIQUE ATENTO AOS SINAIS

  • Estar em constante dieta;
  • Atenção excessiva a origem e também ao preparo dos alimentos;
  • Afastamento social e evitar festas e confraternizações;
  • Restringir as refeições fora de casa;
  • Excluir tipos de alimentos, tais como açúcares e gorduras;
  • Sensação de culpa constante após ingestão de alimentos que considera "fora do padrão".

Além do diagnóstico, o tratamento também deve ser realizado pelo médico e com acompanhamento e apoio da família! Também deve-se priorizar o acompanhamento com nutricionista e psicólogo, de forma que esta jornada comportamental fique mais leve para o paciente. 

Os transtornos alimentares deven ser tratados, por isso, acolha as suas emoções e saiba que você não é obrigado a passar por isso sozinho. Faz sentido para você?