AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Os números que farão você viver melhor!

Um dente de alho, sete horas de sono, 5 gramas de sal... Há medidas que podem turbinar sua qualidade de vida

Júlia Arbex Publicado em 27/08/2015, às 15h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

saúde números 984 - shutterstock
saúde números 984 - shutterstock
1 DENTE DE ALHO por dia aumenta a imunidade, retarda o envelhecimento e reduz o risco de alguns tipos de câncer. Tudo isso por conta de uma substância chamada alicina. O ideal é amassá-lo ou picá-lo bem e deixá-lo repousar por cerca de 10 minutinhos antes de consumir. Não é uma boa ideia ingeri-lo frito ou cozido, pois quando aquecido ele perde bastante de suas propriedades. Faça um molho com ele ou acrescente-o só na hora de finalizar os pratos. 

1 FILÉ DE PEIXE duas vezes por semana é o suficiente para você ficar saudável. Prefira sempre os de água fria, como salmão, truta, bacalhau e arenque, já que estão ligados à redução da incidência de doenças cardiovasculares. Na hora do preparo, opte por cozinhá-lo, assá-lo ou grelhá-lo, e evite fritá-lo na frigideira. Além de manter os nutrientes, assim ele não ganha calorias

1 CASTANHA-DO-PARÁ todo dia dá aquela turbinada na sua saúde. Ela é rica em selênio, um mineral que ajuda no bom funcionamento da tireoide e protege o cérebro, evitando o surgimento de doenças neurodegenerativas com a idade. A oleaginosa ainda está ligada à melhora da fertilidade. Só não exagere na dose, pois em excesso ela pode ser altamente tóxica.

4 XÍCARAS DE CAFÉ é o máximo que os adultos saudáveis devem ingerir diariamente. Se consumida com moderação, a bebida previne doenças como diabetes, Parkinson, Alzheimer e até cirrose. Além disso, o café é rico em antioxidantes, que previnem o envelhecimento precoce. Cuidado para não exagerar na quantidade, pois os efeitos colaterais são inquietação, gastrite e enxaqueca. Ah, outra coisa: evite tomá-lo à noite, pois ele pode atrapalhar o sono.

7 PORÇÕES DE FRUTAS, VERDURAS E LEGUMES é a quantidade mínima a ser consumida diariamente. A recomendação é baseada num estudo britânico feito com cerca de 65 mil homens e mulheres. Essa pesquisa sugere que quanto mais alimentos desse tipo as pessoas ingerirem, menos chances elas têm de morrer – isso vale para qualquer idade. Entre os benefícios da ingestão desses alimentos, está o menor risco de câncer e de doenças cardíacas. Cada porção equivale a 80 gramas. 

50 GRAMAS DE AÇÚCAR ou cinco colheres (sopa) dessa substância é o máximo que um adulto deve ingerir diariamente, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). A recomendação diminui os riscos de obesidade e a incidência de cáries nos dentes. Entretanto, o órgão estuda reduzir pela metade tal indicação, levando em conta estudos recentes que apontam que a mudança traria ainda mais benefícios à saúde da população mundial. Mas não é só cortar o chocolate e as balinhas da dieta, viu? A sugestão da OMS abrange todos os tipos de açúcar (sacarose, glicose e frutose) vindos de alimentos como açúcar de mesa, mel, sucos e polpa de frutas. E a agência da ONU lembra que a grande parte da substância consumida por nós atualmente está “escondida” em alimentos processados que não necessariamente são muito doces, como o ketchup. Fique atenta ao rótulo dos produtos!

2 COLHERES  DE AZEITE DE OLIVA por dia é excelente para a saúde do coração. Ele eleva a concentração de HDL (colesterol bom) e mantém a de LDL (colesterol ruim) sob controle. Para que todo seu poder nutricional venha à tona, nada de aquecê-lo demais. O melhor mesmo é usá-lo para temperar a salada e colocá-lo apenas no final das preparações. 

5 GRAMAS DE SAL é o máximo que devemos ingerir por dia, segundo a OMS. A recomendação visa diminuir o risco de doenças cardiovasculares. Um pacotinho de sal daqueles de restaurante já tem 1 g! Que tal reduzir as porções de salgadinhos e de outros alimentos industrializados?

7 HORAS DE SONO é o mínimo recomendável para adultos. Segundo o National Sleep Foundation, instituto de pesquisa sem fins lucrativos dos Estados Unidos, dormir menos do que isso pode elevar a chance de depressão, perda de memória, obesidade, diabetes e doenças do coração.

30 MINUTOS DE CAMINHADA por dia diminui consideravelmente as chances de ter problemas cardíacos. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia e a Sociedade Brasileira de Diabetes, se um adulto andar durante meia hora, por pelo menos cinco vezes por semana, a chance de sofrer um ataque do coração diminui em 34% e em 58% o risco de desenvolver diabetes. O que está esperando para colocar já o tênis?!




FONTE: DANIEL PERCEGO, DIRETOR DA NUTRIENTES CONSULTORIA NUTRICIONAL E NUTRICIONISTA DO CIPE (CENTRO INTEGRADO DE PREVENÇÃO AO ENVELHECIMENTO)