Pele madura: veja procedimentos e cuidados para a fase dos 50 anos

Com tratamentos preventivos, é possível ter uma pele mais jovem e saudável, segundo o especialista Danilo Bravo

Da Redação Publicado sábado 19 junho, 2021

Com tratamentos preventivos, é possível ter uma pele mais jovem e saudável, segundo o especialista Danilo Bravo
A atriz Gloria Pires - Reprodução/Instagram

Com a evolução do ramo da estética, há cada vez mais opções de procedimentos e cuidados com a pele para rejuvenescer. Por conta disso, as mulheres começam a se cuidar mais cedo, dão importância à prevenção e muitas delas chegam ao auge da sua beleza aos 50 anos. 

“A frase ‘os 50 são os novos 30’ faz muito sentido, uma vez que as mulheres realmente estão se preocupando mais em si cuidar e as novidades do mercado, cada vez mais eficazes, favorecem esse resultado jovial”, aponta o especialista Danilo Bravo, que já realizou procedimentos estéticos em celebridades como Naiara Azevedo, Aline Riscado e os ex-BBBs Ivy Moraes e Mahmoud Baydoun.

Ele afirma que o segredo está na combinação entre um estilo de vida saudável com a ingestão adequada de água, exercícios físicos, skincare e procedimentos estéticos. Juntos, esses cuidados são capazes de suavizar o envelhecimento da pele. “Essa prática precisa se tornar um hábito desde sempre.

O especialista indica os principais cuidados com a pele nessa fase da vida. “Quanto antes o paciente começar a se cuidar, melhor. Mas aos 50, os cuidados devem se intensificar”, alerta. “É preciso ter uma rotina de skincare voltado para o anti-aging (anti-idade) e abusar do protetor solar”, completa. “Gosto sempre de ressaltar que uma menor exposição ao sol realmente ajuda as pessoas mais novas, quando chegarem aos 50 anos, a não aparentarem a idade que tem.”

QUAIS PROCEDIMENTOS FAZER?

Aos 50 anos, os melhores procedimentos estéticos são focados em tratar rugas e flacidez, com o objetivo de estimular o colágeno. A frequência na qual o paciente irá realizar esses procedimentos também dependem do grau de envelhecimento que ele se encontra, precisando algumas vezes de alguns estímulos para uma melhora significativa. 

“Os bioestimuladores de colágeno são ótimos para esse público. A perda de colágeno no organismo ocorre naturalmente a partir dos 30 anos de idade, mas a exposição solar excessiva, poluição e tabagismo podem acelerar este processo. A aplicação de bioestimuladores, nesses casos, resulta em uma pele mais firme”, explica Danilo. O preenchimento facial também costuma ser viável. “Podemos preencher o rosto para promover sustentação, preencher sulcos ou rugas profundas. Vai depender de cada caso”, aponta. 

O Fotona 4D, procedimento a laser, é outra alternativa possível. O tratamento promove um lifting facial, trata a flacidez e melhora a textura da pele. “O tratamento utiliza uma combinação de laseres que conseguem alcançar as quatro camadas da pele, rejuvenescendo de dentro para fora”, pontua Danilo. 

Equipamentos de ultrassom micro e macrofocado, como o Ultraformer, são super populares no combate à flacidez. O principal benefício desse procedimento é conseguir atingir até a camada muscular da face. “O tratamento é totalmente individualizado. A aplicação é feita com um transdutor, com ponteiras e energia ajustadas para garantir os melhores resultados para cada paciente”, conta. “O aparelho envia ondas de som para a região, aquecendo a área, visando ativar a produção de colágeno. Assim, a pele fica mais firme na área das bochechas e pescoço e a flacidez na região dos olhos diminui.”

BOTOX OU MICROAGULHAMENTO?

Segundo o especialista, o microagulhamento robótico é um dos tratamentos mais procurados nessa faixa etária. “Ele é realizado por meio do equipamento Endymed, plataforma de radiofrequência com agulhas de ouro que conduzem o calor de forma eficiente e estimulam o colágeno com precisão”, explica. “Por conta disso, além de tratar flacidez e rugas, reduz manchas, melasmas e até mesmo a alopecia.”

Mesmo com tantas opções de tratamento, o tradicional botox, de acordo com o especialista, continua sendo indispensável na maioria dos casos. “A toxina botulínica, conhecida por botox, é um dos procedimentos mais realizados no Brasil e no mundo e continua sendo essencial para um tratamento preventivo. Essa toxina paralisa a contração muscular, provocando o relaxamento da região”, explica. 

“Os resultados duram entre três e seis meses, e a paralisia muscular vai diminuindo de maneira progressiva. Mas uma vantagem da toxina é que ela pode ser usada de maneira preventiva, evitando a formação de novas marcas de expressão”, completa.

Último acesso: 26 Sep 2021 - 01:23:14 (1146405).