Peles negras e manchas: como evitar erros e fugir do efeito rebote no skin care?

Saiba como não errar para evitar manchas na pele negra

Da Redação Publicado segunda 15 novembro, 2021

Saiba como não errar para evitar manchas na pele negra
Uma aliada da pele negra é a esfoliação - Audrey Fretz/Unsplash

Não é um mito quando dizem por aí que pele negra envelhece menos. Este tipo de pele costuma envelhecer com uma aparência melhor, por conta de sua trama de colágeno mais firme, que dá mais firmeza à pele, se comparada à pele branca. Mas o que pouco se ouve falar é que, diferentemente das peles mais claras, a pele negra tem mais riscos para manchas devido ao excesso de melanina.

“Não são todos os procedimentos que devem ser aplicados diretamente na pele negra como, por exemplo, laser com alta potência, ou ácidos com concentrações elevadas, pois podem causar manchas. Esse tipo de pele merece um skincare especial”, explica o dermatologista Werick França, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

MAIS OLEOSA
O médico ainda orienta sobre a forma mais adequada de tratar este tipo de pele. “A pele negra tem mais glândulas sebáceas, ou seja, tende a ser uma pele mais oleosa, com mais riscos de foliculite, pois os pelos são mais grossos e, por isso, têm mais chances de encravar. O skincare dessa pele merece um sabonete, que pode acompanhar alguns ativos do tipo ácido salicílico ou ácido glicólico. A hidratação dessa pele deve ser feita com produtos a base de sérum, pois são mais leve”, ressalta.

Outro aliado para a pele negra é a esfoliação. “Eu recomendo muito uma rotina, também no skincare, com esfoliação. São aqueles produtos que têm grânulos na sua composição. Recomendo duas vezes na semana, pois esses produtos com esfoliantes que ajudam a remover as células mortas mais eficientemente, fazendo como se fosse um peeling mecânico”, finaliza o especialista.

Último acesso: 05 Dec 2021 - 07:34:26 (1152183).