Pergunte ao especialista: ''É verdade que protetor solar pode causar câncer?''

Receitas caseiras podem colocar a saúde em risco

sábado 12 janeiro, 2019
Filtro solar é muito importante
Filtro solar é muito importante Foto:iStock

De acordo com Felipe Ades, especialista do Centro Paulista de Oncologia, existe um rumor entre as pessoas de que os protetores solares podem ser tóxicos devido a algumas substâncias presentes no produto, como a oxibenzona.

Porém, os resultados desses estudos ainda são controversos, enquanto outros levantamentos mostram que o uso diário de protetor solar reduz o risco de câncer de pele.  "Vale ressaltar que diversas receitas caseiras que viralizam nas redes sociais, afirmando a proteção do sol à pele, podem colocar a saúde em risco", diz. 

Notícias Relacionadas

Por isso, prefira opções que utilizem fórmulas com certificação de qualidade e aconselhamento médico, principalmente se uma mancha surgir repentinamente. Além disso, evite o sol nos horários entre as 10 e 16 horas.

COMO ESCOLHER
As prateleiras dos supermercados estão cheias de opções de produtos, mas você sabe escolher qual é a mais adequada ao seu tipo de pele? Para tirar as principais dúvidas, AnaMaria conversou com alguns dermatologistas e organizou este rápido guia.

1 - Preste atenção no rótulo
Proteger a sua pele dos raios nocivos do sol fica muito mais fácil quando o protetor solar oferece, no mínimo, FPS 30, proteção de amplo espectro (UVA/UVB/Infrared) e resistência à água. Além disso, é fundamental prestar atenção em como é a sua rotina e suas atividades diárias. Isso porque o filtro solar de quem trabalha em um escritório não é o mais adequado para a pessoa que caminha debaixo do sol o dia inteiro ou que pratica esportes externos.

2 - Leve em conta seu tipo de pele 
Os produtos em gel e sérum são indicados para pele oleosa, enquanto as loções e cremes são mais recomendados para peles secas. Já as pessoas com propensão a ter acne devem procurar as palavras ‘não-comedogênico’ na embalagem. E caso a pele seja sensível, o melhor é evitar protetor solar que contenha fragrância e parabenos. 

3 - Cuidados extras com olhos e lábios
Para evitar que o produto escorra e irrite a região, use um protetor solar específico para a região dos olhos. No caso dos lábios, um bálsamo com FPS 30 e proteção contra raios UVA e UVB é a melhor pedida.

4 - De olho nas crianças
O cuidado deve ser redobrado com os pequenos, que podem começar a usar o protetor apenas depois dos seis meses de idade. Primeiro, é necessário escolher um protetor solar específico, sem produtos químicos. Também aposte em composições com filtros solares físicos, que formam uma barreira contra radiação UVA e UVB. Diferentes dos filtros químicos, eles costumavam deixar a pele esbranquiçada, porém com a adição de cor se tornaram mais populares. 

Da Redação
Leia Mais:

Assine a Revista Digital

Bate Bola na Cozinha

BEM-ESTAR

  1. 1 Ministério da Saúde abre hoje segunda fase da vacinação contra gripe
  2. 2 Mensagem da Karlinha: Faça novas escolhas sempre!
  3. 3 Veja 5 exercícios que auxiliam as mães na rotina com os filhos
  4. 4 Cuidados ao fazer as unhas fora de casa: veja como evitar contaminação
  5. 5 Qual é a obrigação do convênio de saúde com pessoas com câncer?