Precisa sair? Saiba quais cuidados tomar ao usar carros compartilhados

Novo coronavírus tem sobrevida de até três dias em superfícies como volantes e maçanetas

Da Redação Publicado sexta 27 março, 2020

Novo coronavírus tem sobrevida de até três dias em superfícies como volantes e maçanetas
É normal compartilhar carros na sociedade atual. - Annalise Batista por Pixabay

Sabia que o volante de um carro pode ser quatro vezes mais sujo do que a tampa de um vaso sanitário? Agora, imagine um veículo compartilhado entre várias pessoas desconhecidas.

Um estudo publicado pela revista científica "New England Journal of Medicine" descobriu que o vírus responsável pela doença Covid-19 pode sobreviver até três dias em superfícies como plástico e aço, materiais comuns no acabamento de automóveis.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a orientação primordial é a higienização – e essa regra, claro, também aplica-se aos carros.  

Exatamente por isso, o alto risco de transmissão do corona vírus exige um esforço dobrado dos motoristas quanto à mudança de atitude dentro e fora do automóvel. 

AnaMaria Digital conversou com Alan Ávila, diretor de produtos frota e inovação da ValeCard, e compartilha os principais cuidados para evitar o contágio da doença, especialmente em carros utilizados por mais de uma pessoa. 
Confira! 

1) HIGIENIZAÇÃO CONSTANTE  

Usando álcool isopropílico – que não danifica o material plástico –, limpe toda a superfície com a qual os motoristas mais têm contato, como volante, câmbio, freio de mão, seta, retrovisor interno, painel e som. Esse cuidado deve ser feito antes e após o uso do veículo. Não esqueça de manter a lixeira vazia.  

2) PRIORIZE A VENTILAÇÃO 

O momento não é propício para o uso de ar-condicionado. Dê preferência para deixar as janelas abertas e, assim, manter o interior arejado. Caso o uso do ar-condicionado seja inevitável, é aconselhado fazer limpeza e manutenção do filtro.  
 
3) ATENÇÃO AOS PASSAGEIROS 

Vai levar alguém na carona ou nos bancos traseiros? Deixe a conversa para depois! Quando embarcarem, peça para que os passageiros higienizem as mãos com álcool em gel e, se for caso, deixe máscaras à disposição. O espaço reduzido potencializa a transmissão do vírus.  

4) SE PEGAR EM DINHEIRO OU CARTÃO 

Quando você parar para abastecer ou, no caso dos motoristas de aplicativo, um cliente realizar o pagamento em dinheiro, lembre-se de higienizar as mãos e os braços com álcool em gel.  

5) EM CASO DE SINTOMAS

Se você tiver tosse, dor de garganta, febre e dores no corpo, evite utilizar carros compartilhados e fique em casa. Você pode ligar gratuitamente para o Disque SUS, no telefone 136, para obter mais informações sobre os procedimentos a serem adotados.  

Último acesso: 03 Jun 2020 - 17:30:13 (1104567).