Quer correr e não sabe por onde começar? Separamos algumas dicas

Em estreia como colunista, educadora física conta sua história e explica como você pode iniciar na modalidade

Vanessa Fusrtenberger Publicado quarta 2 dezembro, 2020

Em estreia como colunista, educadora física conta sua história e explica como você pode iniciar na modalidade
Vanessa Fustenberger é a nova colunista da AnaMaria Digital - Arquivo Pessoal

Olá, sejam todos bem-vindos! Sou Vanessa Fusrtenberger e vou propor para vocês uma conversa sobre saúde, exercícios físicos, tipos de treinos, bem-estar, qualidade de vida, modalidades esportivas, emagrecimento e muito mais na minha coluna quinzenal aqui na AnaMaria Digital.
 
Para começar, queria contar um pouco da minha história: tenho 47 anos, mas foi aos 38 que resolvi mudar de vida. Sempre briguei com a balança e já estava cansada de não obter resultados satisfatórios, pois não saia daquele engorda e emagrece sem fim, mais conhecido como efeito sanfona. 

E foi justamente nesta idade que resolvi investir em alguma atividade que me desse prazer. Apostei na corrida para alcançar o objetivo de emagrecer e ganhar saúde. Já havia me aventurado antes nesse mundo das corridas, mas talvez não da forma que fiz nessa fase, pois queria algo para minha vida.

Quer saber como comecei? Separei algumas dicas para te ajudar nessa sua nova jornada!
 
DEVAGARINHO
Quando se fala em corrida, a primeira coisa que nos vem à cabeça é a dificuldade. Bastam alguns minutos fazendo para pensarmos que não vamos conseguir, ou que não gostamos mesmo de correr, porque cansa demais e ainda provoca lesões. Mas, calma!

Minha história com a modalidade começou com um pedido de uma aluna, que gostaria de ser treinada para uma prova de corrida de rua. Fui logo dizendo que não achava uma boa ideia, mas, mesmo negando, vi na situação um desafio e fui estudar sobre a modalidade. Fiz com que ela corresse e finalizasse a prova, mas eu não tive a mesma felicidade. Corremos juntas, porém não consegui chegar até o final devido ao excesso de peso na época.


Foto: Arquivo Pessoal 
 
Se você pensa que isso fez eu tirar a corrida da cabeça, está muito enganado. Estudei ainda mais e pude entender como a modalidade poderia me ajudar a cuidar da minha saúde, reduzir meu peso e facilitar o processo para que pessoas como eu tivessem a mesma oportunidade de praticar um esporte, que não precisa ter nada além de um tênis, roupas confortáveis e a vontade de tomar uma atitude para mudar.
 
CHEGOU A SUA VEZ
Iniciei meu programa de corrida utilizando todo o conhecimento que adquiri e utilizei com alunos até esse momento. E é por isso que estou aqui escrevendo para você: da mesma forma que a corrida mudou a minha vida, esse esporte pode te ajudar a transformar seu corpo e sua mente, funcionando até mesmo como uma terapia. Acredite!

E por que a corrida? Ela pode ser feita por um tempo prolongado de tempo e gastando bastante energia; colabora para o emagrecimento; ajuda a controlar a pressão arterial; auxilia no ganho de massa magra e de força nos membros inferiores; pode ser praticada em qualquer lugar, interior ou ao ar livre [exterior]. 

Além disso, é tão democrática que você pode se inscrever em provas que te ajudam a medir seu desempenho, se divertir e encontrar amigos, que surgem aos montes no esporte, pode acreditar. Também ajuda a controlar a ansiedade, a tratar depressão e alguns outros transtornos emocionais.

DICAS FÁCEIS PARA COMEÇAR

Se você gostou da ideia, saiba que você pode iniciar um programa de corrida de forma leve e divertida. Prepare seu tênis e vamos lá!

  • Escolha horários mais frescos: quanto menos fatores limitantes, mais fácil a evolução de seu programa.
  • Alimente-se de maneira correta: isso é algo fundamental, pois vai te dar energia suficiente para iniciar e finalizar o treino de maneira eficiente e com menos desconforto.
  • Hidrate: nunca esqueça de sempre tomar água, especialmente durante o treino.
  • Utilize o tênis certo: veja se ele está confortável, é flexível e seguro (conta com amortecimento, por exemplo). Aqui, a dica é sempre escolher um número a mais do que você normalmente usa para outros sapatos.
  • Vá com calma: não adianta sair correndo, pois é preciso preparar seu corpo antes. Inicie com caminhadas graduais entre 30 e 40 segundos. Quando estiver fazendo isso de maneira mais tranquila, pode iniciar um programa intervalado de corrida e caminhada (por exemplo, 1 minuto correndo e 2 minutos caminhando).

* VANESSA FURSTENBERGER é educadora física desde 1995. Mesmo sendo profissional do esporte, tinha dificuldade para manter o peso saudável, não tinha equilíbrio na alimentação e chegou a pesar 98 kg. Com 40 anos eliminou 40 kg e hoje ajuda pessoas a estabelecerem um estilo de vida saudável e equilibrado. Aqui na AnaMaria, compartilha dicas para um estilo de vida mais leve e com saúde! Instagram: @va.personal

Último acesso: 17 Apr 2021 - 21:55:00 (1132230).