AnaMaria
Bem-estar e Saúde / Temperos!

Saiba como temperos e especiarias podem ter valor terapêutico

Temperos e especiarias fazem mais do que dar sabor e aroma à comida

Karla Precioso Publicado em 20/02/2022, às 13h30

Temperos e especiarias têm alto valor terapêutico - Unsplash/Calum Lewis
Temperos e especiarias têm alto valor terapêutico - Unsplash/Calum Lewis

Você consegue imaginar como seria a culinária sem os temperos? A comida não teria aroma e nem sabor. Mas, se em nossos pratos eles são tidos como ingredientes obrigatórios, na saúde também não deixam nada a desejar, graças aos seus valores fitoterápicos.

A nutricionista da Divina Terra, Lucélia Moreira, falou com a Revista AnaMaria sobre os benefícios desses ingredientes pra lá de especiais.

Os temperos e produtos naturais auxiliam no aumento da imunidade?

Sim, diversas são as opções de temperos e produtos naturais que podem ser utilizados como aliados no aumento da imunidade, ajudando, assim, a prevenir doenças.

Quais os principais temperos que aumentam a imunidade?

Podemos citar a cúrcuma, o gengibre, a canela, a pimenta e o vinagre de maçã.

Qual o uso correto desses alimentos? Quantidade de dias e horários para consumo?

Eles podem ser usados de diversas formas e as dosagens podem variar de indivíduo para indivíduo. Mas, no geral, recomenda-se o consumo diário na forma de shot matinal, em jejum, variando a associação dos temperos.

Exemplos:
Shot 1: água + própolis + gengibre + canela
Shot 2: água + própolis + cúrcuma
Usar nas receitas 1 colher (café) de cada tempero é o suficiente. Na forma de chás, eles podem ser distribuídos em três porções ao longo do dia.

Falando sobre o própolis, quais são os seus benefícios?

Ele tem ação anti-inflamatória e antioxidante, além de auxiliar na melhora do sistema imunológico. Para pessoas com doença autoimune, o própolis apresenta uma ótima resposta. Tem mais: ele atua, inclusive, na melhora da compulsão alimentar. E pode ser consumido diariamente, de 15 a 20 gotas por dia, pela manhã ou fracionado ao longo do dia.
Atenção: o ideal é usar a solução com pelo menos 12% de concentração, podendo ser aquosa ou alcoólica.

E quais são os benefícios do gengibre em pó?

Com grande capacidade antioxidante e anti-inflamatória, ele é um importante aliado na redução da inflamação relacionada à dor, além de ter propriedades antibacterianas e antifúngicas. Por ser um alimento termogênico, também contribui para o emagrecimento, auxilia no combate a enjoos, alivia resfriados, gripes e outros problemas respiratórios.

Quais os benefícios das pimentas?

Elas ajudam o sistema digestivo e contribuem para a absorção de nutrientes dos alimentos, além de acelerar o metabolismo e turbinar o processo de emagrecimento. Tudo de bom, né? Também combatem alergias, previnem gripes e resfriados. Seus benefícios não param por aí: tem ainda agentes antibacterianos, antioxidantes e anti-inflamatórios.

E o poder nutricional da cúrcuma?

Ela tem um alto potencial antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce. Sua superatividade anti-inflamatória atua na modulação de genes envolvidos com doenças inflamatórias, auxiliando em casos de inflamação de tecidos e articulações. Possui efeitos de proteção hepática, favorecendo a digestão. Pode ser utilizada no tratamento de diabetes tipo II, pois ajuda as células a assimilar a glicose. Ainda melhora o humor e o sono, aumentando os níveis de serotonina e dopamina.

Quais outras especiarias promovem saúde e bem-estar?

Também podem ser usados para melhora da imunidade a canela, o vinagre de maçã e o cacau em pó.

Como introduzir esses alimentos na rotina?

Eles podem ser utilizados na forma de chás, na preparação de shots matinais concentrados, em forma de cápsulas ou mesmo como tempero nas preparações de sua preferência, lembrando sempre que é essencial que sejam utilizados produtos de qualidade, para que assim seus efeitos benéficos possam ser garantidos. Aproveite!

Quando os condimentos devem ir para a panela?

Como regra geral, especiarias moídas e ervas, tanto secas como frescas, jamais devem ser submetidas diretamente ao fogo ou à torra. Isso levaria não só à perda de eventuais benefícios à saúde como faria a riqueza de sabor e aroma virarem, literalmente, fumaça. A indicação é incluir esses ingredientes do meio para o fim do preparo.