AnaMaria

Saiba controlar a caspa no inverno

O frio está chegando e, com ele, o aumento da caspa. Especialista conta o que fazer

AnaMaria Digital Publicado em 25/04/2018, às 10h41 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

A dermatite seborreia atinge 50% da população - Shutterstock
A dermatite seborreia atinge 50% da população - Shutterstock

Quem nunca se incomodou com esses pequenos pontinhos brancos que caem na roupa? Ou até mesmo com aquela coceira chata na cabeça que tanto nos gera desconforto? A dermatite seborreica  - mais conhecida como caspa - atinge quase 50% da população, especialmente no inverno, em dias de baixa temperatura. A dermatologista Íris Flório dá dicas para evitar a caspa nesta estação:

Veja também:
Cabelos bonitos e brilhantes no inverno
Ai, to ficando careca...
É fácil transformar seu travesseiro em um spa

Banhos mais frios 
Nesta época temos uma tendência a tomar banhos cada vez mais quentes, o que acaba ressecando o couro cabeludo e produzindo ainda mais oleosidade. A melhor forma é encontrar um meio termo, como banho morno de pequena duração. 

Seque o cabelo
Ambientes úmidos e quentes são excelente para a proliferação de fungos. Por isso, não durma de cabelo molhado. Secar o cabelo vai te ajudar a amenizar a coceira e as “casquinhas”. No entanto, é importante saber utilizar o secador de maneira correta. O ideal é deixar uma distância entre ele o couro cabeludo, com jatos mornos. 

Controle a alimentação
O frio também aumenta a vontade de comer e, com isso, exageramos na gordura. Alimentos gordurosos ou com uma grande quantidade de açúcar causam maior inflamação, agravando ainda mais a aparência da caspa. 

Se acalme 
O estresse, em qualquer época do ano, é um dos causadores da caspa. Ele causa alterações hormonais que debitam as defesas do corpo e impedem o combate aos fungos que se proliferam no couro cabeludo. Manter o controle emocional te ajudará não só com os problemas capilares, mas também na defesa de diversas doenças.

Lave o cabelo 
Por causa do frio, lavamos menos o cabelo. É importante não deixar que isso aconteça, além de lavá-lo corretamente. Consulte o seu dermatologista, invista em produtos adequados para o seu tipo de cabelo, seja ele seco, oleoso ou neutro. 

Use toucas e gorros com moderação
Aquela touca quentinha que esquenta as orelhas pode ser má ideia se for usada todos os dias. Isso porque ela abafa o couro cabeludo, proliferando fungos e aumentando a caspa. Usá-las com moderação evita que o cabelo fique quente e úmido. Utilize as toucas apenas em espaços abertos ou ambientes realmente frios. Em lugares fechados, retire.   

Consulte o seu médico
Mantenha uma relação próxima com seu dermatologista. Sempre que houver algum sintoma, ou aumento dele, marque uma consulta. Assim, você encontrará os produtos adequados para o seu nível de inflamação, tratando e evitando que ele retorne.