AnaMaria

Time feminino do Corinthians na luta contra o machismo

Para combater o preconceito e conseguir patrocínio, clube lança campanha

Izabel Duva Rapoport Publicado em 25/04/2018, às 12h36 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Atletas exibirão frases machistas reais tiradas na internet - Reprodução/YouTube
Atletas exibirão frases machistas reais tiradas na internet - Reprodução/YouTube

"Mulher não entende de futebol"
"Na minha cidade, futebol é só de macho, não tem essa frescura, não"
"Futebol feminino só vai ser bom quando acabar"
"Lugar de mulher é na cozinha e não jogando futebol"

Sim, essas frases são reais. E estarão estampadas nas camisetas do time feminino do Corinthians, que vai jogar pela primeira vez na Arena do clube, hoje, durante a estreia do Brasileirão. Sem patrocínio, as atletas lançaram a campanha #CaleOPreconceito, dando a oportunidade para que empresas patrocinem a equipe feminina e escondam as frases machistas do unifirme.

Veja também:
Será que estou sendo preconceituosa?
O autoconhecimento vem antes da perfeição
Menina convida morador de rua para sua festa de aniversário

"Queremos mostrar que quando uma marca investe no futebol feminino, ela cala a boca de quem acha que futebol é coisa de homem. Sabemos que isso não vai resolver todo o problema e essa nem é nossa intenção. Até porque, somos apenas um time feminino entre muitos outros. Mas acreditamos que esse é o primeiro passo para eliminarmos o preconceito dentro do esporte que tanto amamos", descreve a carta aberta das jogadoras publicada no site da campanha.