AnaMaria

Yasmim Brunet teve recaída com cigarro; veja dicas para largar o vício

Voltou a fumar? Veja dicas para deixar o cigarro de vez

Helena Gomes Publicado em 13/09/2019, às 14h30

Yasmin Brunet - Reprodução/Instagram
Yasmin Brunet - Reprodução/Instagram

Yasmin Brunet desabafou sobre sua saúde na última quarta-feira (11). A modelo, filha de Luiza Brunet, usou seu Stories do Instagram para postar um vídeo de uma campanha contra cigarro e aproveitou para contar, com pesar, que voltou a fumar após anos longe do vício.

Atualmente com 31 anos, a modelo explicou que começou aos 13, mas parou aos 20. "Foi muito de bobeira que eu voltei, mas já parei! Meu namorado colocou muita pilha para eu parar, minhas amigas ficavam no meu pé e isso foi muito bom", confessou. "Não vale a pena colocar a sua saúde em risco por um sentimento que você não está sabendo lidar no momento", disse.

HORA DE PARAR

Você sabia que de cada dez pessoas que consomem a substância, seis morrem por causa disso? De acordo com o oncologista Cristiano Guedes Duque, do Centro de Excelência Oncológica, o tabagismo é um dos principais causadores de doenças vasculares, como angina, infarto e acidente vascular encefálico.

Além disso, o cigarro também é responsável por mortes prematuras causadas pelo câncer. Estimativas do INCA (Instituto Nacional do Câncer) apontam a incidência de quase 600 mil novos casos de câncer de pulmão no Brasil em 2019.

ADEUS, CIGARRO!

As consequências de parar de fumar são instantâneas. Após 20 minutos do último cigarro, a pressão arterial começa a voltar ao normal e a frequência cardíaca cai para o que é considerado habitual.

Dentro de oito horas, os níveis de monóxido de carbono do sangue ficam regulados e o oxigênio aumenta. Quando um dia completo se passa, o risco de se ter um acidente cardíaco reduz.

“Com 48 horas do fim do hábito, as terminações nervosas começam a se recuperar e os sentidos de olfato e paladar melhoram. Sendo que em até três meses, a circulação sanguínea se restabelece e a pessoa volta a ter facilidade ao caminhar”, diz o médico.

Com uma passagem de tempo maior, de um a nove meses, “sintomas como tosse, rouquidão e falta de ar” enfraquecem. Depois de cinco anos, a chance de mortalidade por câncer de pulmão, de uma pessoa que consumia um maço por dia, diminui para 50%. 

Para finalizar, passados os 15 anos, o oncologista assegura que “os riscos de desenvolver a doença, se tornam praticamente iguais aos de uma pessoa que nunca fumou”.

COMO PARAR E NUNCA MAIS VOLTAR?

Se você já está interessado em deixar o cigarro para sempre, aqui vão algumas dicas para te ajudar. 

1- Acredite no seu potencial. Reflita que você já enfrentou desafios bem maiores que esse, e, portanto, é capaz de atingir essa meta.

2- Faça do seu jeito. Crie um guia que possa te ajudar a realizar as tarefas à sua maneira, fazendo com que fique de acordo com sua rotina. 

3- Peça ajuda. Não fique com vergonha, fale para seus amigos e família te ajudarem. Um exemplo: Quando você estiver prestes a desistir e pegar um cigarro, sua mãe irá te dar conselhos e relembrar sobre seu objetivo

4- Algum problema psicológico? Conte com a ajuda de um profissional da mente, como um psicólogo. Caso o motivo do seu hábito for algum empecilho diário ou sentimento que te incomoda, essa pessoa capacitada irá te oferecer outras válvulas de escape.

5- Exercite-se. Seja sua escolha algum esporte, academia, ioga… qualquer coisa que faça você se mexer! Dessa maneira, sua cabeça vai se ocupar com outras coisas e se desligar dos problemas diários.

6- Imagine o futuro. Como você quer estar daqui um tempo? Tanto faz se for dias, meses ou até anos. Feche os olhos e veja como se sente sendo um não fumante. Dessa maneira, será mais fácil de alcançar sua meta.

7- Beba água. Além desse líquido ser importante em qualquer momento do dia, ele vai ajudar a eliminar as substâncias químicas e a diminuir seu desejo. 

8 - Faça um diário, onde você pode anotar e ler todas as suas conquistas. A ideia é fazer com que com que se inspire em si mesmo e note como você é capaz.