casa   / Saúde corporativa

Atenção amantes do café: quantos xícaras posso tomar por dia, sem me prejudicar?

Em sua estreia como nossa colunista, Bianca Vilela explica ainda que existe uma hora limite para tomar nossa bebida favorita

*Bianca Vilela Publicado quinta 22 outubro, 2020

Em sua estreia como nossa colunista, Bianca Vilela explica ainda que existe uma hora limite para tomar nossa bebida favorita
Apesar de gostosa, não vale exagerar na dose da bebida. - Elias Sch./Pixabay 

O café não é considerado uma das paixões nacionais à toa, ele apresenta números muito expressivos. Segundo dados do Conselho Nacional de Café de 2012, cerca de 97% dos brasileiros com mais de 15 anos consomem a bebida diariamente. Outro levantamento, do Instituto Brasileiro do Café, mostra uma pessoa pode consumir uma média de 80 litros deste verdadeiro néctar dos deuses todos os anos no país.

Como você pode ver, não é à toa que ganhou o título da segunda bebida mais consumida entre os brasileiros, perdendo apenas para a água. Estudos mostram que o brasileiro consome, em média, de 3 a 4 xícaras da bebida por dia, mas este dado pode ser bem maior se contarmos com os escritórios e até mesmo o período no home-office.

Seu poder estimulante vem da cafeína — geralmente 80 a 150 mg para cada 200 ml dependendo do método de preparação. Com tamanha popularidade, existem estudos de todos os tipos sobre a bebida. Alguns relatam malefícios à saúde, outros alegam até reduzir riscos de ter um ataque cardíaco. Mas, afinal, quantos cafés por dia podemos tomar pode dia?

A RESPOSTA? DEPENDE!
Na minha experiência com empresas, em programas de saúde corporativa e analisando a produtividade dos colaboradores, recomendo o consumo diário de, no máximo, três xícaras de café, o que dá em torno de 400 mg de cafeína por dia.  

Devemos nos lembrar, porém, que esta média é calculada para um adulto saudável. No caso de gestantes, por exemplo, o ideal é consumir bem menos, até 200 mg no máximo por dia.

ATENÇÃO NOS DETALHES
Muitos fazem um cafezinho para acompanhar de manhã, à tarde e, para alguns, até mesmo no período da noite. No entanto, você sabia que o ideal é tomar a bebida bem longe das principais refeições?

Tudo porque, neste caso, o café pode se tornar um grande vilão e acabar roubando algumas vitaminas, como a C, e o cálcio. Ou seja: o ideal é tomar a bebida sempre após 40 minutos da última refeição.

Outra dica importante: após as 16h, prefira o café descafeinado. Tudo pelo bem da sua noite de sono. Até porque devemos lembrar que a cafeína não está presente apenas no café, mas pode ser encontrada em uma série de outros produtos, como chás, refrigerantes, energéticos e até chocolate. Aí, pode ser demais para você!

Por fim, a minha dica é que você tome sempre o café puro, sem açúcares ou adoçantes, pois ele é rico em antioxidantes, reduzindo o risco de doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais. Na dúvida, converse sempre com seu nutricionista!

BIANCA VILELA é mestre em fisiologia do exercício pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), palestrante e produtora de conteúdo. Desenvolve programas de saúde in company em grandes empresas por todo o país há mais de 15 anos. Na AnaMaria fala sobre saúde no trabalho, produtividade e mudança de hábitos. Instagram: @biancavilelaoficia

Último acesso: 11 May 2021 - 10:10:12 (1127956).