AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Casa / MAIS QUENTE

Conheça as cores que deixam ambientes aconchegantes - e salvam no frio

Cores que deixam ambientes aconchegantes? Só podem ser as mais quentes... mas se está na dúvida de quais tons utilizar e como combiná-los, confira!

Conheça as cores que deixam ambientes aconchegantes - e salvam no frio - Unsplash/Beazy
Conheça as cores que deixam ambientes aconchegantes - e salvam no frio - Unsplash/Beazy

A busca por conforto dentro de casa é uma das principais lutas de qualquer pessoa - afinal, quem não ama um lar caloroso e aconchegante? O que poucos sabem, no entanto, é que as cores escolhidas para compor os ambientes influencia (e muito) nessa batalha.

Com isso em mente, a primeira mudança que muitos para deixar os ambientes mais aconchegantes é mudar a cor das paredes. Porém, segundo o arquiteto da Telhanorte, Thiago Gonçalves, as possibilidades vão além. "Tapeçaria e itens decorativos sempre serão uma boa escolha para trazer cor em qualquer ambiente", afirma.

Outra opção mais ousada, nas palavras do especialista, seria optar por revestimentos detalhados em pontos específicos, tonalidade do piso ou, até mesmo, pintura no teto. De qualquer forma, ele acrescenta que, se usada de forma correta, a cor é bem-vinda em qualquer superfície e a escolha? Não é tão difícil, mas AnaMaria explica da melhor forma. 

Leia: Como deixar a casa mais clara? Saiba como trazer luz a ambientes escuros!

Quais cores deixam o ambiente aconchegante?

Ao escolher as cores para deixar ambientes aconchegantes, Thiago conta que só existe uma alternativa: tons terrosos. Mas, é claro, em variadas intensidades de pigmentação: "Além de ser uma paleta eclética e que permite composições com vasta lista de materiais, eles atendem muito bem quando o assunto é aquecer com aconchego."

De acordo com o profissional, são cores que acessam o subconsciente da mente e criam uma conexão com a atmosfera natural. "Não por acaso, esses tons sempre costumam figurar áreas de descanso, convivência e estadia demorada, porque são cores que remetem à natureza e despertam o bem-estar de forma sutil", explica.

Cores quentes com subtons acinzentados sempre irão propiciar o aconchego que se busca em casa. Algumas opções, que são, inclusive, tendência durante as estações mais frias, incluem:

  • Marrom: ideal para salas de jantar e cozinhas, criando um ambiente acolhedor para refeições em família;
  • Cinza: versátil e elegante, ideal para espaços de convívio social, como salas de estar e áreas de entretenimento;
  • Bordô: perfeito para ser utilizado em paredes de destaque ou em detalhes decorativos, além de criar uma energia vibrante aos espaços;
  • Bege: transmitindo uma sensação de calma e neutralidade, essa cor é ideal para espaços de trabalho e estudo;
  • Mostarda: para espaços de convívio, como cozinhas e áreas de refeição, criando uma atmosfera acolhedora e estimulante.

Não sabe? Como cuidar das plantas no outono? Confira dicas para a estação!

Dentro da paleta terrosa, ele indica tons neutros para as áreas maiores da casa e tons mais quentes em pontos da decoração. "O calor dos tons decorativos acendem o fundo neutro", orienta o especialista.

Àquelas que ainda não estão prontas para abrir mão dos tons frios dentro de casa, Thiago comenta que uma parede azul, por exemplo, não tem a capacidade de tirar o calor do lar, mas alerta: "Isso se as outras superfícies tiverem tons alaranjados espalhados em alguns itens decorativos". E ressalta: "É tudo sobre equilíbrio."

Fora as cores para deixar ambientes aconchegantes, outra dica que o arquiteto revela é que as cores ainda podem se beneficiar de outros elementos na decoração, como a vegetação.

Veja: Horta em apartamento? Confira ervas e temperos para cultivar na sombra!

Como saber misturar as cores na casa?

Antes de mudar toda a estética da sala ou dos quartos, saiba que também é preciso saber misturar as cores para nenhum ambiente fique sem conexão com o outro. Para Thiago, um bom norte é trazer os tons terrosos neutros para as superfícies maiores para facilitar o processo de mudança dos ambientes.

Os móveis, por outro lado, ganham a possibilidade de começar a inserir tons médios: "Funcionam como a transição entre o fundo neutro e a chegada de cor, podendo apostar na própria madeira natural ou o cinza, presente nos subtons das cores presentes."

O restante dos itens de decoração ao redor da casa conseguem sustentar os tons quentes mais fortes e serem os grandes protagonistas do ambiente. "Mas, caso queria um verdadeiro destaque, tons frios podem tomar seu lugar em estampas de almofadas, mantas, cortinas, tapetes ou vasos decorativos", finaliza o arquiteto.

Será que o umidificador de ar pode causar mofo na sua casa? Saiba os cuidados necessários!