Casa Fofura

Como criar seu pet de forma sustentável e ainda manter a saúde do planeta

Ter um animalzinho dá trabalho, mas você sabia que dá para ser ainda melhor poupando o meio ambiente?

quarta 31 outubro, 2018
Cuidar dos seus pets e do meio ambiente ao mesmo tempo!
Cuidar dos seus pets e do meio ambiente ao mesmo tempo! Foto:iStock

Cristal Muniz, autora do livro Uma Vida sem Lixo (Editora Alaúde), mostra que dá para ter animais de estimação sem agredir o meio ambiente. Vem ver as dicas!

ALIMENTAÇÃO
Uma opção é substituir a ração seca e comum – que, por ser industrializada, segundo Cristal, pode ter conservantes e corantes nocivos ao pet – por uma alimentação natural e caseira. Nesta dieta, as carnes, vísceras e vegetais cozidos são prioridade. Mas vale o alerta: apesar de a alimentação natural servir a todos os animais, é preciso procurar um especialista no assunto para auxiliar na adaptação da mudança e avaliar as necessidades nutricionais do bichinho.

Notícias Relacionadas

Guia do pet
sexta 18 dezembro, 2015

BANHO
É verdade que os gatos são naturalmente higiênicos e que usam a língua como escova, limpando-se sozinhos. No entanto, podem se sujar em locais que não alcançam e, o pior, com substâncias que fazem mal à saúde, como a graxa de carro, por exemplo. Nesses casos, dar banho no bichano é essencial. Já os cachorros precisam passar pela mangueira mais vezes: o recomendado é quinzenalmente. É importante utilizar produtos específicos para animais, hein?

NECESSIDADES
PARA OS CACHORROS
Use o sanitário canino (um tapetinho de plástico encontrado em pet shops). Assim, evita o uso de fraldas, jornais ou tapetes higiênicos para absorver o xixi. Para limpar, lave-o com água todos os dias. Ainda está com cheiro? Use sabão e bicarbonato de sódio e enxágue bem. Para tirar o cocô, basta uma pá.

PARA OS GATOS
Use uma caixinha de areia com areia biodegradável, pois ela absorve muito mais que as comuns, diminuindo o cheiro do xixi e do cocô dos felinos. Para descartar as fezes, basta jogá-las no vaso sanitário.

FORA DE CASA
Reutilizar sacos plásticos de compras para remover as fezes do chão é a opção mais fácil, barata e prática. Porém, nada sustentável. O problema é que os sacos plásticos demoram mais de 200 anos para se decompor na natureza. Por isso, a dica é substituí-los por sacos biodegradáveis, vendidos nos pet shops!
 

Com reportagem de Júlia Arbex
Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

BEM-ESTAR

  1. 1 Como evitar as doenças de pele mais comuns do verão e curtir a estação
  2. 2 Dor de ouvido, não! Veja 5 dicas para evitar otites no verão
  3. 3 Padre Marcelo dá dicas para você ter um 2019 abençoado
  4. 4 Luiza Brunet mostra mamografia; veja 7 mudanças no corpo que pedem exame
  5. 5 Faça você mesma: veja massagem que ajuda a desinchar as pernas e a barriga