AnaMaria
Casa / Organização

Micaela Góes dá dicas práticas e preciosas de arrumação; confira

Saiba como manter seu lar e vida em ordem de um jeito fácil

Karla Precioso Publicado em 28/11/2020, às 14h30 - Atualizado em 09/12/2020, às 10h10

Ela acredita que a organização é uma ferramenta de bem-estar - Instagram/@micaelagoes
Ela acredita que a organização é uma ferramenta de bem-estar - Instagram/@micaelagoes

Micaela Góes está enfrentando um desafio após nove anos à frente do programa Santa Ajuda, no GNT. Impossibilitada de ir às casas das pessoas por causa da pandemia, ela se viu diante de um novo formato: orientar à distância. 

O programa, que coloca em ordem um cômodo bagunçado, se transformou em Santa Ajude-se. Afinal, as pessoas nunca estiveram tão conectadas com seus lares: “É uma forma diferente de organizar. Nas temporadas anteriores eu botava muito a mão na massa e agora eu oriento a pessoa a fazer isso”, explica. 

A seguir, a expert em organização conta sobre o trabalho e a rotina em sua casa. 

REFERÊNCIA EM ORGANIZAÇÃO, COMO SURGIU O HÁBITO? SEMPRE FOI ASSIM? 
A organização sempre fez parte da minha educação e formação. Meus pais são bastante organizados, com horários para compromissos, regras, ritmo no cotidiano... Mas nada extremado, apenas um funcionamento em casa que foi sendo absorvido de forma bastante natural, a ponto de não perceber que eu era mais organizada do que outras pessoas. 

DE QUE MANEIRA UMA VIDA ORGANIZADA PODE INFLUENCIAR NO BEM-ESTAR FÍSICO E MENTAL? 
Entendo a organização como uma ferramenta de bem-estar. Quando você tem uma casa estruturada, organizada, com o mínimo de funcionamento, é sempre benéfico. E quando falo casa organizada é diferente de pessoa para pessoa. Não existe um padrão. Se você tem essa estrutura funcionando, você ganha produtividade, otimização de tempo e recursos, agilidade e espaço. 

COM CRIANÇAS É MAIS COMPLICADO MANTER UMA ORGANIZAÇÃO. QUAL SUA DICA? 
Desde sempre é preciso ter ritmo, horário, regras etc. Não tem hora para começar. Deve acontecer desde pequenas, da mesma maneira que condicionamos os bebês aos horários das mamadas, por exemplo. Devemos habituar as crianças desde cedo aos hábitos de organização.

EXISTE DIFERENÇA ENTRE ARRUMAR E ORGANIZAR UM AMBIENTE? 
Sim, claro: arrumar é encontrar lugar. Organizar é pensar na lógica da coisa. No porquê de cada objeto estar em cada lugar, entende?

PODERIA NOS DAR UM PASSO A PASSO DE COMO MANTER UMA VIDA MAIS ORGANIZADA? 
Para você criar e manter uma vida organizada, o primeiro passo é querer fazer diferente do que você vem fazendo até aqui. O segundo, é eliminar tudo aquilo que não serve ou você não usa mais. Depois, você precisa encontrar um lugar certo para cada coisa. Assim, você cria categorias, grupos por semelhança. Então, surge o lugar certo para cada coisa, que vai garantir a você conseguir mudar o hábito. 

EM TEMPO DE QUARENTENA, É UM GRANDE DESAFIO MANTER AS COISAS ORGANIZADAS. QUAL SEU CONSELHO?
Estamos ficando mais tempo em casa e nos relacionando com ela de maneira diferente. Passamos a valorizar coisas que, antes, não valorizávamos. Coisas que anteriormente não nos incomodavam, hoje, incomodam. A casa está sendo muito mais usada. Não dá para dizer que é mais difícil manter as coisas organizadas no período em que se está dentro dela. Na realidade, é mais difícil manter as coisas ajeitadas quando você não tem uma organização prévia. Quando as coisas têm o seu lugar na casa, não há dificuldade para mantê-las assim. 

O QUE TIRA VOCÊ DO SÉRIO QUANDO O ASSUNTO É DESORGANIZAÇÃO? 
São duas coisas: uma é cama desfeita durante o dia. Isso me dá uma sensação de desleixo. Outra coisa é abrir o armário e deixar a porta aberta. Que incômodo [risos]!

HÁ UMA DÉCADA COMANDANDO O SANTA AJUDA, RECENTEMENTE, VOCÊ ESTREOU O SANTA AJUDA-SE. QUAIS AS NOVIDADES QUE O PÚBLICO PODE ESPERAR NESSA NOVA ROUPAGEM? 
A nova temporada do programa foi batizada de Santa Ajude-se exatamente porque é um formato que eu, da minha casa, dou as orientações e a pessoa, da casa dela, executa. É um formato bem diferente. No formato anterior, eu colocava a mão na massa junto com meu convidado. Agora, apenas oriento e quem coloca a mão na massa é ele. É uma possibilidade para a pessoa que está participando do programa aprender a fazer sob a nossa orientação. Não receber necessariamente pronto, mas aprender a fazer. E isso é muito bom. A gente conseguiu encontrar um formato em que foi possível seguir com o serviço de orientar as pessoas e trazer novidades. E, ao mesmo tempo, sugerimos que a pessoa pratique, exercite e perceba como é rico executar a tarefa, aprender a fazer. Tem sido uma premissa do nosso programa e tem funcionado bem até aqui. Todos os participantes receberam muito bem e atingiram os objetivos com muita eficiência.

SANTAS DICAS PARA COLOCAR EM ORDEM OS AMBIENTES

  • QUARTO: padronize os cabides do guardaroupa, porque o conforto estético que essa tarefa proporciona já traz a sensação de organização. Parece algo simples, porém tem efeito marcante. Faça o teste e poderá comprovar a eficácia! 
  • GELADEIRA: use recipientes adequados para o armazenamento nop eleteodoméstico. Os recipientes de vidro, com tamanhos diferentes e tampas plásticas, permitem a fácil visualização do alimento. 
  • BANHEIRO: se você tem filhos pequenos que levam brinquedos para a hora do banho, instale dentro do boxe um suporte com cestinho vazado e guarde-os ali. 
  • DESPENSA: ao chegar das compras, coloque os novos itens no fundo do armário e traga para frente aquele que já estava ali. 
  • SALA: organize os controles remotos em uma cesta própria, etiquetando de acordo com as suas funções. Deixe-os sempre próximos ao sofá. 
  • ÁREA DE SERVIÇO: deixe todos os produtos para a limpeza da casa já em baldes específicos. Inclua panos e escovas também. 

COZINHA: O CORAÇÃO DA CASA
Veja alguns truques extraídos do livro Santa Ajuda (Ed. Globo) para cuidar do cantinho mais amado do seu lar

  • PRATELEIRAS: Disponha as peças que você mais usa à frente delas. Isso facilitará o manuseio e reduzirá o risco de quebrá-las. 
  • ABUSE DAS PAREDES: Se a sua cozinha é muito pequena, suspenda tudo o que for possível e recorra a ganchos, barras e prateleiras para ajudá-la. 
  • GAVETAS: Organize-as com divisórias para utensílios. Desse modo, você tem menos chance de pegar um garfo quando quiser uma colher. 
  • FORA DA GAVETA: Não guarde as facas nas gavetas, pois você corre o risco de se cortar ao mexer nelas. Prefira colocá-las em barras magnéticas, que podem ser instaladas diretamente na parede, ou em uma cesta. 
  • ESPONJAS: Use versões diferentes. Uma deve ser reservada apenas para tirar a gordura de panelas e pratos. Já as louças que não engorduram, como copos e xícaras, devem ter outra esponja. Para não confundir, opte por cores diferentes. 
  • LIXEIRA: O objeto na pia não é higiênico. Prefira as com pedais, colocadas no chão. Assim, você não tem que encostar as mãos no lixo.