AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Vai viajar? Veja dicas para economizar energia elétrica no período fora de casa

Aparelhos conectados à tomada, mesmo desligados, impactam na conta; veja como economizar

Da Redação Publicado em 05/01/2020, às 14h00

É possível economizar até 5% no consumo de energia ao final de um mês, dependendo do caso - Banco de Imagem/Getty Images
É possível economizar até 5% no consumo de energia ao final de um mês, dependendo do caso - Banco de Imagem/Getty Images

Aquela tão sonhada viagem de férias chegou, mas nem sempre desligar os aparelhos das tomadas está entre as providências pré-viagem. Cristiano Mollica, engenheiro da Instrutherm, orienta que algumas medidas simples antes de sair de casa podem contribuir expressivamente para a economia de energia durante os dias em que a família estiver fora, além de garantir maior segurança com as instalações elétricas

A primeira prática é desligar todos os equipamentos e eletrodomésticos da tomada. De acordo com o especialista, televisores, aparelhos de TV a cabo, vídeo games, fornos de micro-ondas, DVDs, equipamentos de áudio, telefones sem fio, filtros de água eletrônicos e carregadores de celulares consomem energia mesmo estando desligados, se estiverem conectados à energia elétrica. 

“Em sua maioria, são dotados no circuito interno de transformadores, leds e carregadores de baterias como os telefones sem fio, o que consome energia mesmo sem funcionar. Para se ter uma ideia, alguns equipamentos como notebooks que possuem baterias recarregáveis ou aparelhos de TV a cabo, por exemplo, podem utilizar até 7 Watts por hora”, explica. 

Molica ainda orienta que geladeiras e refrigeradores, enquanto não estiverem em uso frequente, podem ter seus termostatos ajustados para temperaturas mais altas, já que a porta não será aberta frequentemente, mantendo os alimentos gelados da mesma forma.

ATENÇÃO NO CELULAR
Outro hábito que corrobora para o consumo de energia desnecessário é manter os carregadores de celulares ligados na tomada dia e noite. De acordo com Cristiano, eles possuem componentes internos, como os transformadores, que consomem energia apenas por circular corrente elétrica entre suas bobinas. 

E ainda alerta: “algumas pessoas afirmam que os carregadores mais modernos não possuem transformadores, os vilões do consumo de energia, mas a verdade é que sim, em sua maioria possuem. No entanto, como são menores que os antigos, ou seja, consomem menos energia, são as chamadas fontes chaveadas”, complementa.

OLHA A ECONOMIA
Cristiano Mollica acredita que com essas medidas é possível economizar até 5% no consumo de energia ao final de um mês, dependendo do caso. “Os valores variam conforme a quantidade de equipamentos conectados em uma residência. Mas uma coisa é certa, a redução será notável quando a conta chegar e ao final de um ano, porque terá representatividade ainda maior. Sem contar que essas medidas minimizam os riscos de curto-circuito e incêndios enquanto as famílias estão fora. Nessa época, é muito comum acontecer”, completa o engenheiro.

{# Taboola Newsroom #}