AnaMaria

Férias e festas à vista: como evitar os exageros do final de ano?

Confira as 3 melhores dicas das nutricionistas para equilibrar as calorias

*Bianca Vilela, colunista de AnaMaria Digital Publicado em 09/12/2021, às 08h00

A comilança vai começar, mas calma! - Unsplash
A comilança vai começar, mas calma! - Unsplash

A alimentação saudável tem que ser um hábito do dia a dia, todos nós sabemos! A maneira como organizamos nossa rotina, e como entendemos o mundo –  com sua eterna obrigação de horários e prazos, a vontade imensa de não ter problemas, a dificuldade em lidar com situações não programadas – faz com que estejamos num eterno modo que se resume: segunda a sexta, uma vida de restrições e sacrifício; finais de semana e férias, puro deleite.

Para entendermos este comportamento, convidei a expert Fernanda Zanetti que é nutricionista e consultora empresarial. Segundo ela, este comportamento rege todas as esferas da nossa rotina, mas tem grande impacto em nossa alimentação. “Ouço muito no consultório a mesma fala....  ah, mas final de semana não dá para fazer dieta! Leva tempo até o paciente entender que a alimentação pode, e deve, ser prazerosa, independentemente do dia da semana. A reeducação alimentar nos traz justamente isso: a possibilidade de comer bem, de maneira a suprir nossas necessidades nutricionais, estilo de vida e paladar”, afirma Fernanda.

Mas o final de ano está aí, e as férias também! Após quase dois anos muito particulares, por conta da pandemia, parece que vamos retomar uma rotina mais “normal”, com viagens e festas. E, enquanto não chegamos nesse nirvana da alimentação equilibrada, como fazer as melhores escolhas nas festas e viagens? A missão parece difícil, mas garanto que não é tanto assim.

Pedi à Fernanda dicas para que possamos conviver melhor e com o equilíbrio. “Minha primeira dica refere-se às oportunidades de relaxar, confraternizar, conhecer lugares diferentes, cantar, dançar, explorar – e obviamente a comida faz parte dessas experiências, mas não é só sobre isso. Tem pacientes no consultório que, quando começam a me falar das férias, parece que será apenas um grande evento gastronômico! Esquecem de que vai ter praia, montanha, museu, amigos e família. Ou seja, dica número um – tire o foco da comida!”.

Dica número 2: uma refeição por vez!  Fernanda alerta que, se você fizer as melhores escolhas possíveis em cada refeição, no final do dia terá comido muito bem. Para que se preocupar com o jantar, vinhos e risoto a noite, se você acabou de acordar? Respire, pegue um pouco do que gosta, coma com calma, mastigue e curta.

Dica número 3: sirva-se de uma vez. “Faça um belo prato no almoço de Natal (pode, obviamente, primeiro servir-se das saladas e pratos frios, e depois dos quentes, mas não repita). A maioria dos pacientes com problemas de peso tende a fazer muitos mini pratos e repetir muitas vezes.“Resumindo: aproveite as férias e as festas, coma o que você gosta, na quantidade suficiente e sem ansiedade, e claro, se mantenha ativo!”, reforça a nutri.

E não esqueça de compartilhar estas dicas com a galera, afinal todos estão precisando dar mais atenção na nossa relação com os alimentos. Te espero no Instagram da AnaMaria, tem vídeo especial sobre este tema. 

*BIANCA VILELA é autora do livro Respire, mestre em fisiologia do exercício pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), palestrante e produtora de conteúdo. Desenvolve programas de saúde in company em grandes empresas por todo o país há mais de 15 anos. Na AnaMaria fala sobre saúde no trabalho, produtividade e mudança de hábitos. Instagram: @biancavilelaoficial