AnaMaria

Mobilidade Articular: veja 5 exercícios para reverter o problema

Os primeiros sinais podem surgir a partir dos 40 anos de idade

*Bianca Vilela, colunista de AnaMaria Publicado em 15/07/2021, às 08h20

Alguns exercícios podem melhorar a condição das articulações - Unsplash
Alguns exercícios podem melhorar a condição das articulações - Unsplash

Fala galera da AnaMaria, tudo bem? De repente você percebe que um movimento que era tão simples, como se abaixar para pegar algum objeto ou fazer alguma tarefa doméstica, se torna difícil de ser realizado. Por que será? A resposta pode estar na falta de mobilidade articular, que dá os primeiros sinais a partir dos 40 anos de idade e fica mais evidente aos 50. 

Mobilidade articular é a capacidade que as articulações do corpo têm de se movimentar, dentro da sua amplitude e de seus diferentes planos de movimento. Ela depende tanto da capacidade de movimentação dos ossos que formam as articulações e a cartilagem que existe entre elas, quanto da flexibilidade dos músculos que auxiliam no movimento desejado. 

Ela é importante para que o corpo se movimente da maneira mais adequada possível. Todos os movimentos que fazemos ao longo do dia são ditados pela movimentação das nossas articulações e dos nossos músculos, de forma que quanto melhor a mobilidade articular, melhor a execução dos movimentos, desde os mais simples, como virar a cabeça, até os mais complexos como correr. 

CAUSAS
Lesões na articulação, sedentarismo e envelhecimento são algumas das causas da perda de mobilidade articular. Com o passar dos anos, o desgaste natural do corpo começa a apresentar os primeiros sintomas: dores musculares, falta de flexibilidade nas articulações, diminuição da força e do equilíbrio. O resultado dessa combinação é a perda da mobilidade na terceira idade, chegando inclusive a uma situação de dependência e incapacidade. Trata-se de um processo gradual, sendo que diversas vezes a família nem percebe até se deparar com uma situação crítica.

Temos atualmente um agravante: com a pandemia, os jovens passaram a ser acometidos pelo problema, já que quem está em formato home office passou a se movimentar cada vez menos. Doenças de pessoas maduras começaram a fazer parte do cotidiano dos jovens. Como resolver o problema? Para te ajudar nisso, trago aqui 05 exercícios para melhorar a condição das articulações. Confira!

1) Rotação dos ombros com cotovelos estendidos: com os 2 braços estendidos, faca 10 rotações de ombros sentido horário e 10 anti-horário.

2) Rotação dos ombros com cotovelos flexionados: com os 2 braços flexionados, abaixe e eleve os antebraços 10 vezes mantendo os braços na altura dos ombros.

3) Circundução do quadril: movimentar o quadril como com bambolê. Realize 10 movimentos no sentido horário e 10 anti-horário.

4) Flexão do tronco: para movimentar toda a coluna, abaixe o tronco de forma a tocar as mãos no solo (inicie o movimento em concha) e lentamente suba estendendo os braços acima.

5) Chute frontal: uma perna de cada vez, 10 repetições para cada lado. Realize o movimento se apoiando em uma parede ou superfície fixa para evitar quedas.

Lembrando que os exercícios devem ser realizados lentamente e o indivíduo não deve sentir dor.

Assista ao nosso vídeo da semana, no qual trazemos mais dicas sobre o tema para que você possa inseri-las no dia a dia. Não deixe de conferir!


BIANCA VILELA é mestre em fisiologia do exercício pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), palestrante e produtora de conteúdo. Desenvolve programas de saúde in company em grandes empresas por todo o país há mais de 15 anos. Na AnaMaria fala sobre saúde no trabalho, produtividade e mudança de hábitos. Instagram: @biancavilelaoficial