AnaMaria

Adenoide: mitos e verdades sobre a carne esponjosa do nariz

Todos tem adenoide na infância, que regride e desaparece espontaneamente durante o crescimento

*Dra. Maura Neves, colunista de AnaMaria Publicado em 06/07/2021, às 08h20

Algumas vezes, a adenoide cresce muito rápido na infância e causa problemas respiratórios - Daniela Dimitrova / Pixabay
Algumas vezes, a adenoide cresce muito rápido na infância e causa problemas respiratórios - Daniela Dimitrova / Pixabay

Uma das perguntas mais frequentes dos pacientes no meu consultório é: doutora, a carne esponjosa está grande? Por isso, no post desta semana resolvi desmistificar a tal 'carne' do nariz.  

Carne esponjosa é, na verdade, o nome popular da adenoide, que nada mais é que um conglomerado de tecido linfoide (defesa) que, quando olhamos, parece muito uma esponja. Foi exatamente por este motivo que o nome popular pegou. 

A adenoide fica no fundo do nariz, em uma região chamada rinofaringe e, a depender do seu tamanho, pode causar alguns problemas. Para entender melhor sobre o assunto, abaixo esclareço alguns mitos e verdades sobre ela, inspirados nas dúvidas que mais ouço de vocês. 

NEM TODO MUNDO TEM ADENOIDE 
Mito. Todos temos esse tecido quando criança. Ele regride e desaparece espontaneamente durante o crescimento. Algumas vezes, ela cresce muito rápido na infância e causa problemas respiratórios como nariz tampado e roncos. Isso ocorre especialmente nas crianças entre 3 e 5 anos de idade.  

Na adolescência normalmente ela já regrediu. Quando isso não acontece, a respiração pode ser comprometida. Assim, adultos podem ter adenoide, mas não é o normal. 

ADENOIDE PODE CAUSAR INFECÇÕES
Verdade. A adenoide e as amígdalas tem papel de defesa do organismo durante a infância e ambas podem ter infecções. A adenoide pode ter uma adenoidite, exatamente como temos a amigdalite nas amigdalas. Os sintomas são semelhantes aos da sinusite com secreção nasal, nariz tampado e febre. Além disso, se aumentada também pode causar otites (infecções de ouvido). 

PODE CAUSAR PROBLEMAS DE AUDIÇÃO 
Verdade. A adenoide está posicionada ao lado das tubas auditivas. Essa proximidade facilita a obstrução da drenagem de secreções do ouvido e infecções nessa região. Além disso, apenas a retenção de secreção no ouvido já provoca alteração da audição. Isso ocorre com mais frequência nas crianças e pode atrapalhar o desenvolvimento da linguagem e alfabetização escolar. 

SEMPRE TEM QUE OPERAR ADENOIDE 
Mito. A cirurgia está indicada em casos de obstrução (quando a respiração fica comprometida, o nariz obstruído, quando a respiração ocorre mais pela boca e há roncos à noite) ou se ocorrem infecções de repetição como adenoidites e otites. Portanto a indicação para a cirurgia depende do quadro clínico, ou seja, vai depender da intensidade dos problemas que adenoide causa. 

ALERGIA PIORA  A  CONDIÇÃO
Verdade. Pessoas com rinite alérgica possuem um fator inflamatório aumentado. O crescimento da inflamação no nariz provoca um aumento da adenoide. Essas pessoas têm, então, dois fatores para causar obstrução nasal: a rinite e a adenoide.  Quando é feito um tratamento correto de ambos, pode reduzir de tamanho.  

ADENOIDE CAUSA RONCO 
Verdade. A adenoide aumentada causa obstrução nasal e respiração bucal. Em outras palavras: nariz entupido e respiração pela boca são duas causas de roncos noturnos. Nas crianças, especificamente, pode ocorrer ainda pausas respiratórias durante o sono, conhecidas por apneia. Esta condição é muito séria pois causa sonolência durante o dia, irritabilidade, atraso de aprendizado, alterações de mordida e mastigação. 

OPERAR E TIRAR A AMÍGDALA E ADENOIDE DIMINUI A DEFESA DO CORPO 
Mito. O sistema imunológico do organismo está situado em vários locais. Ao remover uma parte dele, o restante assume totalmente a defesa do corpo. Outro ponto importante é considerar que a cirurgia só é indicada em pessoas nas quais essa glândula causa problemas (obstrução e/ou infecção). Dessa maneira, há benefício ao organismo e não malefício. Mas lembre-se: sempre que houver dúvidas, converse com seu médico.

*DRA. MAURA NEVES é formada na Medicina pela Faculdade de Medicina da USP. Residência em Otorrinolaringologia pelo HC- FMUSP. Fellow em Cirurgia Endoscópica pelo HC- FMUSP. Doutorado pela Faculdade de Medicina da USP. Médica Assistente do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo -SP. Aqui na Revista AnaMaria, trará quinzenalmente um conteúdo novo sobre a saúde do ouvido, nariz e garganta. Instagram: @dra.mauraneves