AnaMaria

Como o sono pode te ajudar a ter uma vida mais saudável e feliz?

Você dorme para descansar, mas será que é só isso mesmo? Explicamos tudo sobre o assunto

*Dra. Renata Aniceto, colunista de AnaMaria Publicado em 18/06/2021, às 08h00

O sono é sinônimo de reparação das células, recrutamento cognitivo e desempenho - Pixabay
O sono é sinônimo de reparação das células, recrutamento cognitivo e desempenho - Pixabay

Alimentação, atividade física, sono e redução do estresse são os principais pilares da Medicina do Estilo de Vida, que contempla a escolha pelo bem-estar como forma de prevenir, tratar e reduzir os impactos de doenças em nossas vidas. Escrevo muito neste espaço sobre alimentação, provavelmente o principal pilar, mas hoje quero trazer a questão do sono.

Ele faz parte do ciclo de um dia e cumpre muitas funções além do conhecido descanso. Eu durmo para descansar, mas será que é só para isso mesmo?

Durante o repouso, o fluxo sanguíneo cerebral desacelera e, ao mesmo tempo em que promove a baixa do funcionamento, faz a reparação das células nervosas e retira as toxinas acumuladas. É durante o sono que as crianças crescem, ganham peso, sedimentam novos conhecimentos e recebem vários picos hormonais envolvidos nestes processos.

O sono é sinônimo de reparação das células, recrutamento cognitivo e desempenho. Portanto, o sono alimenta!

E como em uma engrenagem, dormimos bem para ter mais disposição, praticar esportes e, quando opto por alimentos de melhor qualidade, durmo melhor e melhoro o manejo do estresse. Assim a roda gira e temos instalado o melhor remédio para as doenças físicas e comportamentais deste século.

DICAS BÁSICAS PARA UMA NOITE TRANQUILA

  • Coma alimentos saudáveis e evite os ultraprocessados;
  • À noite opte por alimentos mais leves;
  • Desligue telas e celulares cerca de 40 a 60 minutos antes de dormir;
  • Evite atividades agitadas neste período;
  • Tome um banho para relaxar;
  • Habitue-se a se deitar no mesmo horário.

SONO DOS ANJOS

(Crédito: Pixabay)

O chá de lavanda tem um efeito super calmante. Antigamente, os povos gregos e romanos usavam a lavanda na água do banho para aproveitar os efeitos calmantes da fragrância. Atualmente, o chá de lavanda é usado para ajudar a relaxar e a ter uma noite de sono de melhor qualidade.

Um estudo envolvendo 80 mulheres, em um período após o parto, mostrou que aquelas que reservaram um tempo para sentir o perfume e beber o chá de lavanda diariamente durante duas semanas relataram menos fadiga em relação as que não tomavam a bebida. Que tal experimentar?

*DRA. RENATA ANICETO (CRM 88006) é médica formada pela Faculdade de Medicina do ABC, pediatria e hematologista pela FMUSP/SP. Aqui em AnaMaria Digital escreve sobre medicina culinária, nutrição afetiva e estilo de vida na Infância. Instagram: @ligadacozinhaafetiva