AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Como fazer um tour virtual em museus de todo o mundo?

Destacamos alguns museus que possuem o tour virtual como opção

*Juliano Schimiguel, colunista de AnaMaria Digital Publicado em 29/09/2021, às 07h30 - Atualizado às 16h03

Monalisa fica no Louvre, em Paris. - Pixabay
Monalisa fica no Louvre, em Paris. - Pixabay

Os museus são algo de extrema importância para a vida cultural de qualquer cidade ou país, visto que nos permitem conhecer e discutir sobre objetos e fenômenos histórico-científico-culturais. Entretanto percebemos que a realidade dos museus já não é mais a mesma do passado. Muitos deles, inclusive, estão meio que esquecidos e deteriorados, pois dependem de investimentos públicos de prefeituras e governos estaduais.

Exceções à essa regra são os museus localizados em capitais, visto que geralmente são tratadas como uma referência cultural para o estado e para a aquela região. São Paulo (SP), por exemplo, possui uma série de museus, entre eles, o Catavento, o Museu de Língua Portuguesa, o Museu da Educação e do Brinquedo da USP, o Museu Histórico do Instituto Butantan, entre outros. 

Em Campinas (SP), existe o Museu Exploratório de Ciências, vinculado à Unicamp. No Rio de Janeiro (RJ), podemos destacar o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST). Em Curitiba (PR), temos o Museu Oscar Niemeyer, o Museu Holocausto, entre outros.

TOUR VIRTUAL
Dê um tempo para cá, com a evolução da tecnologia, surgiu o que denominamos de tour virtual em museus. Trata-se de um espaço na internet, onde é possível o visitante ter acesso aos conteúdos e obras do museu, através de artigos, fotos, imagens ou vídeos.

Ou até mesmo um tour virtual, utilizando-se de um mecanismo chamado de realidade virtual, onde o usuário pode literalmente caminhar pelos corredores e espaços do museu, apenas interagindo com seu computador, através do mouse, ou até mesmo em uma interface de usuário do tipo touch screen (para smartphones e tablets).

ONDE FAZER UMA VISITA VIRTUAL?
No Brasil, podemos destacar alguns museus que possuem o tour virtual. O Museu de Língua Portuguesa (MLP), localizado em São Paulo (SP), disponibilizou um vídeo na rede social Youtube, onde é possível realizar o tour virtual. Em um material em torno de 44 minutos, o visitante (e também produtor do museu) Vinícius Rigoletto é recepcionado pelo educador Eddi. 

A visita começa pela imersão (rito de passagem) realizada dentro do próprio elevador, onde o visitante ouve um áudio que na verdade são palavras narradas por Arnaldo Antunes. São citadas também as 7 mil línguas faladas no mundo, onde existem 23 totens na entrada do museu (como se fosse uma floresta das línguas do mundo – são troncos). 

Cada toten é dedicado a uma língua ou um tronco linguístico. São faladas sobre as origens das línguas, onde é possível identificar línguas que tiveram origem comum. O vídeo pode ser encontrado em: Passeio Virtual no Museu da Língua Portuguesa

No caso do MAST – Museu de Astronomia e Ciências Afins, localizado no Rio de Janeiro (RJ), foi criado o projeto MAST em Casa, onde o objetivo foi levar conhecimento ao público em geral, de maneira criativa. 

Foram disponibilizados conteúdos acessíveis aos visitantes virtuais, através de atividades como, por exemplo, a criação de brinquedos em papel (paper toys), além de estarem disponíveis vídeos que ensinam brincadeiras que utilizam princípios e estudos científicos, bem como lives e apresentações que foram realizadas ao vivo e estão neste momento disponíveis nas redes sociais, como Instagram e Youtube. 

Entre alguns dos conteúdos disponíveis, podemos destacar o “Eclipse Solar ao vivo no MAST”, onde é possível assistir uma série de quatro vídeos disponíveis na rede social Instagram: Parte 1, Parte 2, Parte 3, e Parte 4.

No caso do Museu Catavento, em São Paulo/SP, existe o Tour Virtual pelo Museu Catavento com 47 minutos; e o Catavento Live - São Paulo para Crianças com 1h12, onde ambos tratam-se de vídeos disponibilizados na rede social Youtube. Além disso, a equipe do museu preparou uma série de materiais para auxiliar professores em aulas de ciências e biologia, com foco no ensino fundamental e médio. Este material em específico, foca no tema de escavação de fósseis e estratigrafia.

Neste tour retrata-se os principais experimentos e conteúdos das seções do museu, revelando as curiosidades e a ciência por trás de nosso cotidiano. Neste vídeo são apresentadas montagens relacionadas à ciência, física, engenharia e matemática como, por exemplo, moinhos, carros, alavancas, polias, etc. Além disso, são mostrados brinquedos relacionados ao mundo científico. Já no vídeo "CataventoEmCasa “Mão na massa” é possível aprender o passo a passo de como fazer experimentos científicos em casa, de forma prática, simples e segura. 

Já pelo mundo, podemos destacar aqui por exemplo o Museu Nacional de História Natural dos EUA (National Museum of Natural History), que possui um tour virtual. O passeio virtual se subdivide em: exibições permanentes, exibições correntes, exibições passadas, estações de pesquisa e centro de suporte ao museu, tour narrado, e tour Smithsonian. No museu virtual, é possível caminhar pelas salas e espaços do museu físico. Setas indicativas no chão do museu, auxiliam a navegação.

Um mapa sempre fica disponível e visível na tela, na parte superior, para que o visitante consiga se encontrar dentro do museu e mudar o espaço visitado, caso deseje. Um grande recurso do tour virtual, é que ele possibilita modificar a visualização para o formato Simulated WebVR Model – Modelo Simulado em Realidade Virtual, onde devemos usar o óculos de RV para visualizar a sala em 3D dimensões.

Um dos principais museus do mundo, o Museu do Louvre, localizado em Paris, na França, também pode ser acessado pela internet. Ele está disponível nas línguas francesa, inglês, espanhol e japonês. Na opção “Explorar”, é possível ter acesso ao Palácio, aos Jardins, às Coleções, e às Trilhas para os Visitantes. Na trilha chamada “The Louvre’s Masterpieces”, é destacado que algumas obras de arte sobreviveram ao longo dos séculos, e que elas marcaram tanto a história, que não podemos imaginar o mundo sem elas.

No Palácio do Museu, estão disponíveis peças icônicas do mundo, como pinturas, esculturas, elementos arquitetônicos e objetos de arte de artistas famosos ou anônimos de muitas nacionalidades e épocas da história diferentes. No site do Museu, é possível por exemplo admirar a pintura de Mona Lisa (por Leonardo da Vinci), e a escultura de Aphrodite. 

Esperamos ter desbravado um pouquinho o mundo dos museus virtuais, Até a próxima matéria!

*JULIANO SCHIMIGUEL é Pesquisador, Orientador de Doutorado e Mestrado, Professor Universitário (Universidade Cruzeiro do Sul – São Paulo/SP, Centro Universitário Anchieta – Jundiaí/SP) e escreve sobre Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), além de seu impacto na sociedade e no ensino e aprendizagem. Para encontrá-lo, basta acessar seu LinkedIn ou mandar um e-mail: schimiguel@gmail.com