WhatsApp: dicas para usar o aplicativo com mais segurança

Apesar de facilitar bastante a comunicação, é preciso cuidado para não cair em roubadas

*Juliano Schimiguel, colunista de AnaMaria Publicado quarta 12 maio, 2021

Apesar de facilitar bastante a comunicação, é preciso cuidado para não cair em roubadas
Por ser o mais popular, vamos conversar hoje sobre o WhatsApp - Pixabay

O processo de comunicação tornou-se muito mais fácil com a ajuda da internet. Tanto que, atualmente, o usuário encontra diversas opções que cumprem muito bem este papel, sendo o WhatsApp uma das mais populares.

Outro aplicativo bastante utilizado é o Telegram, cuja grande vantagem é a possibilidade de criar grupos com até 200 mil membros. Correndo pelas beiradas, também podemos destacar o aplicativo Signal.

Por ser o mais popular, vamos conversar hoje sobre o WhatsApp. Além de poder ser utilizado no seu smartphone, também dá para sincronizar para uso no computador pessoal.

COMO USAR O WHATSAPP NO COMPUTADOR
É relativamente simples: basta acessar o site https://web.whatsapp.com/ em seu desktop. Na sequência, com o aplicativo aberto em seu celular, clique nos três pontinhos na parte superior direita da tela e, depois, em “WhatsApp Web”. 

Na próxima tela, clique no botão “Conectar um aparelho” e, finalmente, aponte a tela do celular para o QRCode apresentado no site em seu computador pessoal. Se o QRCode expirar, será necessário pressioná-lo, onde consta o texto “Clique para Recarregar o Código QR”.

COMO MELHORAR A SEGURANÇA DO WHATSAPP?
Muito tem se discutido sobre a segurança no uso do WhatsApp, sendo possível fortalecer a sua conta com algumas providências simples. 

  • Volte novamente nos três pontinhos; 
  • Clique em Configurações;
  • Vá em Conta.

Lá é possível configurar, por exemplo, para que sua foto do perfil seja apresentada a todos os usuários, somente para seus contatos, ou para nenhuma pessoa. 

Na opção de segurança, dentro de configurações, o WhatsApp ainda possibilita proteger as conversas de seus usuários, com a criptografia de ponta a ponta. Nesta situação, as suas mensagens, chamadas e toda e qualquer atualização de status (estado) ficam somente disponíveis entre o próprio usuário, e os contatos/pessoas o qual forem selecionadas. Neste caso, sequer o aplicativo WhatsApp pode ter acesso às mensagens.

Segundo o Wikipédia, a criptografia de ponta-a-ponta é “um recurso de segurança que protege os dados durante uma troca de mensagens, de forma que o conteúdo só possa ser acessado pelos dois extremos da comunicação: o remetente e o destinatário”.

MAIS SEGURANÇA AINDA
Ainda em “configurações” do aplicativo, na opção “conta”, podemos habilitar a “confirmação em duas etapas”. Quando ela estiver ativada, o usuário precisará inserir seu PIN ao registrar seu número de telefone no WhatsApp novamente. 

Segundo o Portal CanalTech, o PIN é “uma chave de segurança que possibilita a autenticação de usuários e protege suas informações com uma senha. Normalmente, o código é exigido em transações bancárias, processamento de pagamentos, validação de cartões SIM e, o mais comum, em desbloqueio de celulares”.

Mas, calma! Quando a “confirmação em duas etapas” estiver ativada, será possível desativá-la; mudar o código PIN, que deve ter 6 dígitos; e também é possível modificar o endereço de e-mail. 

É importante adicionar um endereço de e-mail a sua conta WhatsApp para definir seu número PIN, caso você tenha esquecido. Também serve como uma maneira de proteger sua conta do WhatsApp, para que ela não seja clonada, ou quando seu celular for roubado.

Segundo o próprio site do WhatsApp, na parte de FAQs (perguntas frequentes), é informado que nunca devemos compartilhar nosso código de confirmação do WhatsApp com outras pessoas, nem mesmo com amigos e familiares. 

E caso se tenha compartilhado o código por engano, algumas medidas preventivas devem ser tomadas. Um exemplo é notificar familiares e amigos, pois essa pessoa pode tentar se passar por você, em conversas individuais, ou até mesmo em grupos no App.

ROUBARAM MINHA CONTA, E AGORA?    
Para recuperá-la, acesse o App com seu número de telefone, e confirme-o com o código PIN de seis dígitos, que você receberá por mensagem de SMS. Assim que você inserir o código PIN de seis dígitos, recebido por mensagem SMS, a pessoa que estiver usando sua conta indevidamente será desconectada automaticamente.

Segundo ainda as FAQs do WhatsApp, poderá também ser necessário informar um código de confirmação em duas etapas. Neste caso, se você não souber esse número, será preciso aguardar uma semana para poder acessar sua conta sem o código de confirmação em duas etapas. 

Contudo, mesmo que você não saiba o código de confirmação em duas etapas, a pessoa que está usando sua conta indevidamente será desconectada automaticamente, quando você inserir o código de seis dígitos recebido por mensagem de SMS. 

ORIENTAÇÕES ADICIONAIS

  • Nunca atender vídeo-chamadas de estranhos;
  • Bloqueie e/ou denunciar contatos indesejados;
  • Mantenha seu aplicativo WhatsApp sempre atualizado.

Caso nada funcione, existe uma última possibilidade para a desativação da sua conta furtada no aplicativo. Basta mandar um e-mail para support@whatsapp.com com o assunto: Perdido / Roubado - Por favor, desative minha conta. 

No corpo da mensagem, digite o seu número de telefone iniciando pelo código do país, seguido pelo DDD e seu número. No Brasil, será: +55 (DDD) 99999-9999 (número do seu telefone).

Esperamos que com este artigo, tenhamos desvendado um pouco o universo da segurança no aplicativo de comunicação WhatsApp... E até a próxima matéria!

*JULIANO SCHIMIGUEL é Pesquisador, Orientador de Doutorado e Mestrado, Professor Universitário (Universidade Cruzeiro do Sul – São Paulo/SP, Centro Universitário Anchieta – Jundiaí/SP) e escreve sobre Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), além de seu impacto na sociedade e no ensino e aprendizagem. Para encontrá-lo, basta acessar seu LinkedIn ou mandar um e-mail: schimiguel@gmail.com

Último acesso: 27 Jul 2021 - 14:30:34 (1144816).