AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Mulheres maduras: 3 dicas para não perder a motivação e acreditar em si mesma

Mulheres maduras: veja 3 dicas de como manter a motivação e autoestima

*Leka Oliveira, colunista de AnaMaria Digital Publicado em 03/06/2022, às 08h20

Leka Oliveira em três versões. - Arquivo Pessoal e Sérgio Ghalki
Leka Oliveira em três versões. - Arquivo Pessoal e Sérgio Ghalki

Ei, menina! Você já passou dos 45, 50+ e anda desmotivada? Acha que já é tarde para sonhar e fazer acontecer, aprender algo novo, viajar, namorar, se reinventar e ser feliz? Então, que tal parar e repensar sobre o assunto? Sim, existe um ditado popular sábio - eu acredito - que diz: “nunca é tarde para quem sente vontade”.

A motivação tem muito a ver com um desejo interno para agir e fazer algo acontecer de verdade, em todas as dimensões da nossa vida, seja familiar, profissional ou pessoal. Se formos olhar no dicionário,  motivação significa motivo ou vontade para a ação.

Só que não sou uma otimista ingênua e sei que a motivação pessoal não exclui os desmotivadores externos, ouvir um não ou vários (como já ouvi), dificuldade em aprender algo, falta de tempo para dedicação, medos e dificuldades financeiras são alguns exemplos de desmotivadores que podem nos esmorecer.

Mas, Leka, depois dos 45, 50 anos fica muito mais difícil realizar e conquistar! Será? Falo isso porque, apesar de estar nessa faixa etária, tenho me reinventado profissionalmente há pelo menos dois anos e me sinto satisfeita no processo e nas descobertas que tenho feito! Meu aprendizado, amadurecimento e os resultados que começo a ver me deixam muito feliz! Me sinto totalmente realizada? Imagina, ainda não, mas, na verdade, não é só o resultado que importa, certo?

Para mim o importante, é me manter ativa, motivada e disposta a continuar, como aquela menina que um dia fui e que aprendeu a andar de bicicleta, com tantos desafios, dificuldades e que conseguiu! Os obstáculos existiam lá e continuarão existindo sempre. Mas, o mais importante, é não permitir que a nossa motivação deixe de existir, seja para o que quisermos fazer.

No final, a motivação é o que te fará continuar apesar de tudo, independentemente da idade. na sequência, separei 3 dicas que vão te ajudarão a estar motivada para realizar seus objetivos.

1. MANTENHA O FOCO NOS OBJETIVOS QUE DESEJA CONQUISTAR

Leka Oliveira
Crédito: Sérgio Ghalki

Hoje todas nós temos muitas informações e distrações, não é? Claro que as redes sociais mudaram a nossa vida, mas, como tudo, existe tem um lado positivo e negativo. Por isso, estabeleça diariamente um tempo de dedicação diário para seus objetivos, evite distrações de qualquer ordem, sejam elas físicas ou não!

Busque no processo, visualizar seu objetivo sendo realizado, independentemente das circunstâncias atuais, siga e faça a sua parte. Lembre-se: motivação tem a ver com motivo/vontade mais ação, ou seja, se não fizer um pouquinho todo o dia, nada vai mudar ou acontecer, certo? Ah, isso significa também não se deixar levar por desculpas ou justificativas, para deixar de fazer algo que esteja relacionado com o que quer conquistar, ou seja foco e prioridade são essenciais.

2. SEU OBJETIVO = SUA MOTIVAÇÃO = SUA RESPONSABILIDADE

Sim, preciso ser sincera e te falar que ninguém na face da terra, por mais que seja parceira/o ou torça por você, vai fazer o que tem que ser feito para realizar o que quiser. Simplesmente porque a motivação deve ser essencialmente intrínseca, ou seja, sua. Lembra? Então, tenha pessoas para compartilhar, mas, arregace as mangas e batalhe pelo que quer de fato, não espere uma “fada madrinha” ou alguém de fora que vá realizar seus desejos.

A disciplina, constância e determinação deve partir de você e não de algo ou alguém de fora. Mesmo que dificuldades e cansaços possam acontecer, não deixe eles te fazerem desistir do que você verdadeiramente quer alcançar.

Vou dar um exemplo: vamos supor que você quer empreender, se reinventar em algo que ama (bolos/doces) e tem muito pouco para investir. Quem vai ter que ir atrás de fornecedores, do que será oferecido no cardápio, da parte do marketing, de como será realizada a entrega, etc? As motivações externas são ótimas, mas não dependa delas, porque nem sempre acontecem. Com disciplina, responsabilidade e um bom planejamento, abrace seus objetivos.

3. MANTENHA UM DIÁLOGO INTENO POSITIVO

Essa pode ser uma parte muito difícil de manter para a grande maioria das pessoas, e que as fazem desistir do que se propõem. Apesar de ser psicóloga, isso já aconteceu comigo também! Sim, porque tem a ver com as nossas crenças e vozes internas, que foram construídas desde a infância e podem ter sido alimentadas, sem a gente perceber, ou seja de forma inconsciente.

Mas e aí, como podemos lidar com isso? Observando nossos sentimentos, pensamentos que nos levam as nossas ações! Eles nos ajudam (nos incentivam) ou nos sabotam? Se nos sabotam e trazem sentimentos e ações negativas, consigo lidar e mudá-los sozinha ou não? Meus pensamentos e ações me levam a acreditar que sou impotente, incapaz e inferior? Eles me impedem de ir atrás dos meus objetivos, sejam eles “pequenos, médios ou grandes”?

Dica esperta: preste atenção se a sua “conversa interior” é positiva ou negativa. Como tem lidado com ela, te ajuda ou derruba, te ajuda a agir ou impede? Se estiver absorta em pensamentos difíceis que te atrapalham e não te motivam, que tal procurar um auxílio profissional? Sou psicóloga de formação e vejo a importância dos profissionais da área que atuam de forma íntegra que auxiliam tantas pessoas, a se resgatarem, a se sentirem mais inteiras e melhores consigo mesmas.

Agradecimentos: Fotos: Sérgio Ghalki / Make: Gilza Cunha / Stylist: Camila Oliveira.

*LEKA OLIVEIRA é psicóloga, empreendedora, produtora de conteúdo e influencer madura. Na Revista Ana Maria apresenta especialmente para as mulheres maduras, dicas de moda, beleza, autoestima, saúde e muito mais. Instagram: @lekaolliveira Use a #IdadeSemRegras

{# Taboola Newsroom #}