AnaMaria

Nada de preguiça: 3 bons motivos para se exercitar depois dos 40 anos

Mulheres maduras tem muitos benefícios com a prática de exercícios físicos

*Leka Oliveira, colunista de AnaMaria Digital Publicado em 08/04/2022, às 08h00

Leka Oliveira e a educadora física Elijane Holanda. - Arquivo Pessoal
Leka Oliveira e a educadora física Elijane Holanda. - Arquivo Pessoal

Ei, menina! Você, que já passou dos 40 anos, têm o hábito de se exercitar? Não? Pois saiba que cuidar da saúde é muito importante, e vai muito além de preocupações estéticas como, por exemplo, deixar o bumbum e as pernas durinhas.

Pensando em trazer para você informações importantes sobre o tema, contribuindo para que repense sua relação com a atividade física, conversei com a Educadora Física Elijane Holanda, do Studio Healthy Living, localizado no bairro da Vila Olímpia, em São Paulo (SP).

Confesso que estava sedentária há um bom tempo, mas retomei minhas atividades físicas no Studio e já venho percebendo diferenças em minha saúde (mente e corpo), o que tem refletido no meu dia a dia. Ou seja: nunca é tarde para começar um novo hábito e cuidar melhor da sua saúde.

Na sequência, separei três excelentes motivos para você aderir as atividades físicas depois dos 40:

1. DIMINUI A POSSIBILIDADE DE DESENVOLVER DOENÇAS

mulher malhando
Leka Oliveira (Crédito: Arquivo Pessoal)

Antes de mais nada, Elijane ressalta que, ao decidir se exercitar e sair da zona de conforto, é essencial consultar um médico, fazer um check-up e ver se está tudo ok com a sua saúde. "Só após essa etapa que o profissional pode montar um plano mais adequado de atividades, que atendam as necessidades e objetivos do aluno", explica.

Em relação aos inúmeros benefícios da atividade física para a saúde, a educadora ressalta que eles vão muito além da estética. Incluem, por exemplo, melhora do controle da pressão arterial, dos níveis de açúcar e gordura no sangue, da capacidade pulmonar, da oxigenação dos tecidos, da resistência dos músculos, da circulação do sangue e da integridade dos ossos. "Tudo isso retarda o envelhecimento e melhora muito a qualidade de vida”, diz.

2. DIMINUI AS DORES FÍSICAS

mulher malhando
Leka Oliveira (Crédito: Arquivo Pessoal)

O hábito de praticar exercícios também pode diminuir dores físicas, ocasionadas - muitas vezes - por problemas de saúde, postura inadequada e o sedentarismo. Em relação a isso, Elijane destaca: “Sem dúvida, a melhor coisa que você pode fazer para prevenir dores musculares é se exercitar. Atividades como caminhada, pilates, treinamento funcional e alongamentos, são essenciais. Além de ajudar a aliviar as dores, melhoram a flexibilidade e a qualidade do sono."

Eu, Leka, comecei a ter muitas dores lombares, mas após retomar as atividades físicas, no início desse ano, já sinto uma grande diferença e alívio, que afeta diretamente na minha qualidade de vida.

3. MELHORA NA AUTOESTIMA E BEM-ESTAR

mulher malhando
Leka Oliveira (Crédito: Arquivo Pessoal)

Como diz o ditado: “corpo são, mente sã”. Somos uma totalidade integrada e isso não dá para negar. Se nosso corpo não está bem, nossa mente também não está. Praticar um esporte ou atividade que você goste afeta diretamente a sua autoestima.

Sobre isso, a educadora física ressalta: “Os exercícios aumentam os níveis de serotonina e endorfina, hormônios que auxiliam na sensação de bem-estar. Também ajuda a aliviar o estresse e a ansiedade, que podem levar a insegurança, desmotivação e/ou desequilíbrio emocional."

Viu só? Cuidar do seu corpo pode fazer bem tanto para a saúde quanto para a vida? Ah, e a estética melhora? Sim, claro! Mas é só consequência e não deve ser a causa principal, para que você cuide de você e do seu corpo.

Agradecimentos: Elijane Holanda, Educadora Física do Studio Healthy Living, Vila Olímpia/SP.

*LEKA OLIVEIRA é psicóloga, produtora de conteúdo, empreendedora. Na Revista AnaMaria apresenta especialmente para as mulheres maduras, dicas de moda, beleza, autoestima, saúde e muito mais. Instagram: @lekaolliveira