AnaMaria
Comportamento / Otimização de espaço

Confira dicas para manter o guarda-roupa organizado de uma vez por todas

Saiba como deixar tudo em ordem no armário e, assim, facilitar o seu dia a dia

Karla Precioso Publicado em 03/10/2021, às 08h00

Especialista ensina como criar um sentido para guardar as coisas - Unsplash
Especialista ensina como criar um sentido para guardar as coisas - Unsplash

Sabemos que simplesmente arrumar o armário não é algo duradouro, até porque arrumação é diferente de organização, ou seja, pegar um dia para dobrar as roupas direitinho ou enfileirar os sapatos possui prazo de validade - e quando vamos ver, já está tudo uma bagunça de novo. Na  organização, é possível fazer a otimização de espaço e deixar tudo visível de forma funcional para o dia a dia. Por exemplo, você sabia que uma das formas mais eficientes de guardar calçados é colocando um par virado para frente e o outro para trás? A personal organizer parceira da Ordene, Renata Morrissy, discorre sobre o assunto. Vem ver! 

ARRUMADO OU ORGANIZADO?
Arrumar é acabar com o desconforto visual subjetivamente. Não existe uma lógica ou definição de espaço para os objetos. É dar um jeitinho na confusão, guardando os objetos, sem critério ou padronização. Organizar é criar um sentido para guardar cada um em lugar predefinido. Tem uma lógica, um padrão, uma razão de ser. Cada objeto terá seu lugar de retorno. Tudo sobre a pessoa será importante para personalizar o espaço, de acordo com o estilo de vida dela. Portanto, se você não consegue achar algo com facilidade, demora para escolher uma roupa e não se vê “representada” no ambiente, esses podem ser sinais de que não há organização no seu armário.

POR ONDE COMEÇAR?
A recomendação é:

  • Revisitar todos os itens inicialmente. Vivemos ciclos e fases diferentes ao longo da vida, e é natural que nossos gostos e preferências mudem também. Muitas peças deixam de se encaixar no nosso momento presente. Retire-as, portanto, sem pensar no ontem, apenas no hoje. Doe, venda, faça a energia circular. Precisamos colocar em movimento tudo o que está parado e, consequentemente, deixando parada também a energia do lar.
  • Feita a triagem, é hora de começar a pensar em agrupar os itens que ficaram. Momento de separar por categoria. Agrupe todos os itens por similaridade, para se entender qual a quantidade de cada família. Isso ajudará na manutenção da organização e lhe trará economia de tempo para montar o look.
  • Aproveite o momento para deixar tudo saudável e perfumado! A dica é borrifar uma misturinha de água com vinagre de álcool, para limpar internamente. Pensando na manutenção do frescor e na proteção do móvel, contra mofo e umidade, coloque em cada parte do armário, um saquinho de organiza com três a quatro bolinhas de cedro dentro. Se preferir, pingue umas gotinhas da sua fragrância preferida também. A cada seis meses, coloque-as para pegar sol, e estarão renovadas!
  • Agora avalie o espaço físico e destine cada grupo de peças para o local mais adequado, de acordo com a quantidade e frequência de uso. Pense no seguinte: o que ficará melhor pendurado? O que será dobrado? Precisarei de auxílio de produtos organizadores? Identificar quais peças são mais usadas e escolher um local de fácil acesso para elas trará praticidade e economia de tempo na hora de se arrumar.
  • Recorra aos produtos organizadores (caixas, sacos a vácuo, ganchos) se achar necessário. Lembre-se da manutenção. Tenha disciplina e pense nas etapas da organização como um processo que já faz parte da sua vida. Daqui por diante, tudo tem o seu lugar. Usou, guardou!

PRÁTICAS QUE AJUDAM E ATRAPALHAM A MANTER A ORGANIZAÇÃO

  • Para que a organização dê um novo sentido aos seus dias, deixe de automatizar antigos movimentos em prol de hábitos novos que proporcionem bem-estar duradouro. Lembre-se: É muito mais rápido fazer agora do que depois.
  • A quantidade certamente a ser organizada é menor. Ao tirar do lugar, devolva em seguida.
  • Não passe muito tempo sem fazer uma nova avaliação dos itens e entenda os que ainda permanecem atuais na sua vida.
  • Repense a necessidade antes de adquirir uma nova peça. Não se entregue aos impulsos.
  • Crie a regrinha: cada peça nova que entra, uma antiga sai. Deixe o caos no passado e aproveite os benefícios desse novo olhar para você e sua casa.