AnaMaria

Será que você se autossabota? Faça o teste e descubra

Muitas mulheres duvidam da própria capacidade e perdem boas oportunidades por medo de falhar

Da Redação Publicado em 26/08/2021, às 09h00

Mulheres são especialistas na autossabotagem - Feeh Costa/unsplash
Mulheres são especialistas na autossabotagem - Feeh Costa/unsplash

Em meio a uma rotina tão corrida nos dias de hoje, e às múltiplas tarefas a cumprir, muitas mulheres têm dificuldades para lidar com suas habilidades e com os papéis que precisam desempenhar. Por tudo isso, nem sempre é fácil manter a motivação em alta. É como se existissem duas “vozes” na cabeça: a sábia - uma espécie de “líder de torcida” que atua a favor do desenvolvimento e da busca pela felicidade, e a “juíza”- sempre pronta para condenar e jogar a autoestima lá  para baixo.

Esse conceito de líder de torcida x juíza foi criado pela mentora de Carreira & Liderança Gisele Miranda, que também é executiva de RH, sendo apresentado em seu recém-lançado livro, “A coragem de se apaixonar por você”. A autora também é palestrante e atua há 25 anos na tentativa que as mulheres tornando-se protagonistas de sua própria história. 

“Muitas mulheres duvidam da própria capacidade e perdem boas oportunidades profissionais ou pessoais por medo de falhar, de não dar conta, de não serem boas o suficiente, e por cobrarem demais de si mesmas. É muito importante identificar esses gatilhos para poder revertê-los”, comenta Gisele.

E você, qual das duas “vozes” escuta mais? Será que você se autossabota, sem perceber? Para ajudar a identificar a atitude de boicote, AnaMaria Digital compartilha um questionário, criado pela especialista, para que você saiba se está (ou não) sendo vítima dessa armadilha. Anote suas escolhas e veja a resposta no final!

1- Surgiu uma oportunidade de promoção na empresa, que exigirá que você se realoque no exterior, mas é necessário dominar o Inglês, e faz tempo que você não pratica. É um cargo que te interessa bastante, com salário alto e benefícios, e poderia levar a família, com ajuda de custo para mudança e moradia. O que você diz a você mesma sobre essa chance profissional?

a)  Vou me empenhar ao máximo nas próximas semanas para descobrir tudo sobre essa posição, investir em um curso intensivo de Inglês e preparar uma apresentação super caprichada para a chefia, pontuando por que a empresa deve me escolher para o cargo. Será impossível eles me dizerem “não”!
b)  Vou estudar Inglês e estarei pronta para aceitar a posição, caso seja considerada pelos líderes. Mas, se não der certo, estou satisfeita onde estou.
c)  Não vou me candidatar para esse cargo, meu Inglês não é bom o suficiente e jamais estarei à altura das exigências em um período tão curto.

2- Você irá receber alguns amigos para jantar e, embora não seja muito hábil na cozinha, resolveu preparar um prato para a ocasião especial. Infelizmente, acabou se atrapalhando na execução e a receita não saiu exatamente como desejava. O que você faz nessa situação?

a) Serve o prato assim mesmo, ninguém vai notar nada, afinal, a companhia é o que importa. E haverá um bom vinho para acompanhar, então, todos estarão felizes!
b) Na hora de trazer o prato, avisa que não saiu 100% como gostaria, mas que, ainda assim, está saboroso. E que sejam tolerantes com quem tem pouca prática na cozinha.
c) Cancela o jantar na última hora, por não querer passar vexame com as visitas.

3- Você recebeu um convite para apresentar uma palestra sobre um tema que domina para uma audiência bastante seleta e que pode gerar networking. No entanto, você sempre teve dificuldade para falar em público e a plateia terá 200 pessoas. Como você reage?

a) Aceita o convite sem titubear, afinal, é uma oportunidade imperdível. Reserva tempo para ler bastante sobre os pontos que irá falar e elabora uma apresentação didática para não se perder na hora, além de contratar um coach para se preparar.
b) Mesmo receosa, decide aceitar, pois é um evento que pode gerar bons frutos. Prepara-se da melhor forma possível, mas procura ter em mente que pode haver falhas na hora e terá que contornar, por isso, precisará ter jogo de cintura.
c) Declina o convite para evitar se expor e correr risco de prejudicar sua imagem.

4-  Uma amiga convida você para participar de uma aula de patinação. Você sempre teve medo de patinar, mas ao mesmo tempo, muita vontade. O local oferece todos os equipamentos de proteção e um instrutor individual. O que você responde?

a) Você topa na hora, será super divertido e não tem nenhuma chance de nada dar errado.
b) Embora tenha medo, decide arriscar e tentar aprender esse esporte que sempre teve vontade. Mas vai de “cabeça aberta” sabendo que não será fácil.
c) Prefere ficar em casa, não quer se machucar e não tem mais idade para isso.

5- O presidente da empresa em que trabalha chama apenas 4 diretores para um café da manhã, para sentir as necessidades de cada área e ouvir ideias.  Os outros 3 diretores são homens, então, você já imagina que não será tão fácil assim ser ouvida por ser a única mulher no encontro. Como você age?

a) Decide ir logo de cara, sem pensar muito como será. Não dá para recusar um convite do presidente da empresa, seja lá para o que for.
b) Reflete que precisa conquistar seu espaço na hora para conseguir falar e apresentar suas ideias, mas não será uma “missão impossível”.
c) Já fala na hora ao presidente que não se sente confortável em comparecer por ser um grupo de homens, e pede para tomar café com ele em outra data. 

6- Uma vizinha a convida para um encontro com outras mães do seu condomínio, para troca de ideias sobre educação dos filhos e outros temas. Mas uma moradora com quem você não se dá bem e já se desentendeu no passado estará presente. O que você decide?

a) Com certeza você comparece, afinal, haverá várias outras pessoas para conversar e não será difícil evitá-la durante o evento.
b) Fica na dúvida se é uma boa ideia ou não ir, mas acaba comparecendo porque quer fazer mais amizades no prédio.
c) Nem pensa em sair do apartamento, prefere evitar qualquer tipo de saia justa com a outra moradora e “clima ruim” no encontro.

7-  Você tem muita vontade de escrever um livro sobre temas ligados à sua área profissional e que certamente abrirá outras oportunidades e frentes de atuação em sua carreira. Mas seu tempo anda curto e tem receio se conseguirá dedicar-se o suficiente à escrita. Qual a sua decisão?

a) Analisa sua rotina atual, e verifica em quais dias e horários poderia reservar um tempo para trabalhar no livro. Se necessário, contrata uma assistente para te ajudar a organizar a rotina ou alguém para ser seu ghost writer.
b) Reserva alguns dias para avaliar se de fato consegue se dedicar a esse projeto agora. Caso conclua que não é viável no momento, retoma a ideia em 6 meses.
c) Desiste desse sonho logo de cara, seria impossível encaixar mais essa tarefa na sua rotina corrida.

PRONTA PARA OS RESULTADOS?

Mais Respostas A: Líder de Torcida
Com você, não tem “tempo ruim”! Você não “corre” de nenhuma oportunidade, e está sempre aberta a experimentar e aprender coisas novas. Isso é muito bom, cuidado apenas para não se deixar levar pelo “entusiasmo” e cair em algumas situações indesejadas. Mas continue assim, aproveitando as oportunidades.

Mais Respostas B: Nem Juíza, nem Líder de Torcida
Você costuma refletir sobre os prós e contras quando aparece algo inusitado ou com o qual não tem familiaridade. Isso é bom, pois evita que aceite convites sem pensar e depois se arrependa. Só não reflita demais, pensar demais também pode atrapalhar. Mas, na maioria das vezes, seu jeito ponderado ajuda a “filtrar” o que compensa e o que não compensa. 

Mais Respostas C: Juíza
A necessidade excessiva de controle e o medo de errar faz com que você diga “não” a muitas chances, e isso pode prejudicar seu desenvolvimento, tanto na vida profissional quanto na pessoal. Procure considerar  os convites antes de recusar logo de cara, e ser mais flexível. Isso irá te ajudar a ter novas experiências e viver de forma mais leve e espontâ