AnaMaria
Coronavírus / Reforço!

4ª Dose: João Doria diz que SP vai aplicar dose de reforço contra Covid-19

Governador João Doria afirmou que a população vai receber o reforço e não estabeleceu prazo: ''Independentemente de recomendação do Ministério da Saúde''

Da Redação Publicado em 09/02/2022, às 14h55

Doria diz que SP terá 4ª dose da vacina contra Covid-19 - Instagram/@jdoriajr
Doria diz que SP terá 4ª dose da vacina contra Covid-19 - Instagram/@jdoriajr

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou em entrevista que o estado de São Paulo vai aplicar a quarta dose da vacina contra a Covid-19. A declaração foi dada nesta quarta-feira (9), em entrevista para a Rádio Eldorado.

Doria afirmou que a aplicação do imunizante seria adotada em toda a população, "independentemente de haver ou não recomendação do Ministério da Saúde".

No entanto, ao ser questionado novamente em coletiva de imprensa no início da tarde de hoje, Doria afirmou que a questão ainda estava sendo avaliada, mas negou aplicação imediata.

“O fato de considerar não significa aplicação imediata. Temos um desafio que é completar a vacinação de quem não tomou a segunda dose e que ainda não tomaram a terceira dose", explicou.

A cidade de Botucatu, no interior paulista, se antecipou ao governo estadual e decidiu iniciar a aplicação imediata da quarta dose em todos os idosos com mais de 60 anos. A ação já teve início e no último domingo (6) e a prefeitura já vacinou mais de 2 mil idosos com a dose de reforço.

SEM CARNAVAL

Recentemente, João Doria (PSDB), governador de São Paulo, anunciou que o estado não terá as festividades de Carnaval em 2022, sejam em locais abertos ou fechados. Na início do mês passado, o político afirmou que o desfile no Sambódromo do Anhembi, na capital, pode ser revisto.

“Se tivermos uma evolução e um agravamento com esta nova variante da Ômicron, este tema será revisto sim. E tenho a convicção de que o bom prefeito da capital Ricardo Nunes terá a sensibilidade de atender a recomendação da saúde e da ciência para não permitir a realização dos desfiles. Não é o caso ainda, mas dada a evolução acelerada é um ponto de cautela e preocupação”, disse durante coletiva na cidade de Jaguariúna.

Vale lembrar que Ricardo Nunes (MDB) cancelou o carnaval de rua da cidade de São Paulo. Porém, os desfiles das escolas de samba e os eventos fechados foram mantidos até o momento.