AnaMaria
Coronavírus / VACINA

Brasil ultrapassa Estados Unidos no índice de vacinação completa contra covid-19

Território brasileiro atingiu a marca de 59,8% dos adultos imunizados

Da Redação Publicado em 16/11/2021, às 15h24 - Atualizado às 15h24

É recomendada a aplicação de um imunizante diferente na dose adicional - Pixabay/huntlh
É recomendada a aplicação de um imunizante diferente na dose adicional - Pixabay/huntlh

Um estudo do Our World in Data, portal vinculado à Universidade de Oxford, comprovou que o Brasil superou os Estados Unidos no índice de pessoas completamente vacinadas contra a covid-19

Segundo as informações, 59,8% dos brasileiros haviam recebido a vacina de dose única ou as duas doses do imunizante até o último domingo (14). Enquanto isso, a porcentagem dos norte-americanos vacinados é de 57,6%.

Com isso, o Brasil passa a fazer parte do ranking das 55 nações que já ultrapassaram os índices estadunidenses de vacinação em meio à pandemia - segundo o jornal Folha de São Paulo. O resultado disso foi a redução dos casos da doença em quatro a cada cinco cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes. 

É importante salientar que os resultados positivos da vacinação não significam que a pandemia chegou ao fim. Pelo contrário, especialistas do ramo da saúde alertam que algumas medidas, como o uso de máscaras e o distanciamento social, são fundamentais para que a situação não piore novamente. 

DOSE DE REFORÇO

O Ministério da Saúde anunciou, na manhã desta terça-feira (16), que todos os brasileiros maiores de 18 anos poderão receber a dose de reforço da vacina contra a covid-19. Além disso, também foi divulgado a redução entre o intervalo entre as doses do imunizante. 

A partir de agora, quem completou o esquema vacinal há cinco meses já poderá recorrer a um posto de saúde para receber o reforço. O intervalo entre a dose única/segunda dose e a ‘dose adicional’ era de seis meses.