Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre aos 71 anos, vítima da Covid-19

Dona Miguelina estava internada desde dezembro de 2020

Da Redação Publicado domingo 21 fevereiro, 2021

Dona Miguelina estava internada desde dezembro de 2020
Miguelina, mãe de Ronaldinho Gaúcho, morre após complicações da Covid-19 - Arquivo Pessoal

Miguelina Elói Assis dos Santos, mão do ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho, morreu no fim da tarde do último sábado (20), aos 71 anos, após complicações em decorrência do novo coronavírus

Ela estava internada desde dezembro do ano passado no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre (RS). Na época, o atleta usou as redes sociais para pedir forças para que a mãe superasse a doença. 

Segundo o G1, O corpo de Miguelina será sepultado na tarde deste domingo (21), no Cemitério Jardim da Paz, em Porto Alegre.

No Instagram, Ronaldinho colocou uma imagem preta no lugar da foto de perfil. Apesar de não ter feito nenhuma publicação sobre o assunto, fãs e amigos do ex-jogador deixaram inúmeras mensagens de apoio em seu último post.

"Deus conforte o seu coração", escreveu um seguidor. "Meus sentimentos", disse outro internauta. "Sinta-se abraçado! Ela era muito querida por nós, rezamos juntos e agora ela está nos braços do pai", completou um terceiro.  

APOIO
Bastante emocionado após receber a notícia do falecimento de dona Miguelina, o ex-jogador Adriano imperador usou as redes sociais para demonstrar todo o seu apoio ao amigo, Ronaldinho Gaúcho.

No Instagram, ele compartilhou um vídeo em que aparece ao lado da mãe e da avó, que também mandaram uma mensagem de conforto para o craque. 

"Estou aqui para te desejar condolências, que Papai do céu te abençoe.Estou aqui com a minha avé e com a minha mãe, elas também estão tristes com o que houve... Mas se depender da gente, a gente tá junto, lembra? Forças", disse Adriano.

Último acesso: 02 Mar 2021 - 20:17:24 (1140860).