AnaMaria
Coronavírus / Coronavírus

Pela primeira vez, São Paulo não registra mortes por covid-19 em 24 horas

Informação foi divulgada pelo governo estadual nesta segunda-feira (8)

Da Redação Publicado em 08/11/2021, às 19h11 - Atualizado às 19h12

São Paulo não registra mortes por covid-19 em 24h pela 1ª vez - Unsplash
São Paulo não registra mortes por covid-19 em 24h pela 1ª vez - Unsplash

Pela primeira vez desde o início da pandemia, em março de 2020, o estado de São Paulo não registrou nenhuma morte por covid-19 em um intervalo de 24 horas. 

Os números, divulgados pelo governo estadual nesta segunda-feira (8), normalmente já são menores no começo da semana, por conta do atraso na contabilização, mas esta é a primeira vez que o registro de óbitos chegou a zero. 

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 24,5%, enquanto na Grande São Paulo é de 31,3%. Além disso, a média móvel diária de mortes, que leva em conta os últimos sete dias, foi de 73 óbitos por dia, sendo, portanto, o 28º dia em que o registro está abaixo de 100 no estado. 

DOSE DE REFORÇO
A cidade de São Paulo aplica hoje (8) a dose de reforço para trabalhadores da Guarda Civil Metropolitana (GCM), sepultadores do serviço funerário e agentes fiscalizadores das subprefeituras, idosos com mais de 60 anos e profissionais da saúde acima de 18 anos, desde que tenham tomado a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única) há pelo menos seis meses.

A Secretaria Municipal da Saúde recomenda que o cidadão acesse o site De Olho na Fila antes do deslocamento, para conferir a movimentação de pessoas nas unidades e evitar aglomerações. 

Para receber a dose, é obrigatório apresentar documento de identificação, preferencialmente CPF e Cartão SUS, além de comprovante de residência no município de São Paulo. Para a segunda dose ou dose adicional, basta apresentar o comprovante de vacinação.