coronavirus   / Coronavírus

Reinfectada pela Covid-19, Luisa Mell diz receber ameaças: ''Desejam a minha morte''

A ativista fez um desabafo nas redes sociais: "Parece que o mal está vencendo"

Da Redação Publicado quinta 6 maio, 2021

A ativista fez um desabafo nas redes sociais:
Luisa Mell - Instagram

Luisa Mell foi reinfectada pela Covid-19 e, enquanto trava mais uma batalha contra a doença, a ativista disse que recebe ameaças nas redes sociais de pessoas que desejam sua morte. 

"Está muito difícil. Estou trancada, doente, sozinha em um quarto, sem poder ver meu filho. Só leio notícias horríveis. Recebo ameaças, mensagens desejando minha morte... parece que o mal está vencendo", iniciou ela em um desabafo publicado na última quarta-feira (5) no Instagram.

"Confesso que quase perdi minha fé. Mas não vou deixar de acreditar. Eu sempre acreditei que o bem iria vencer. E vai. Obrigada a todos que não desistem. Obrigada pelas lindas mensagens. Para combater o mal, muito amor", continuou. 

Luisa ainda aproveitou o espaço para falar sobre as dificuldades que os abrigos estão passando. "Quase nenhuma adoção. É só destruição da natureza, extinção em massa de espécies... os oceanos morrendo e quando eu tento gritar, calam a minha voz", escreveu em outro momento. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Luisa mell (@luisamell)

REINFECÇÃO

Luisa Mell está novamente com Covid-19. Nas redes sociais, a ativista contou que chegou a fazer um teste rápido de farmácia, que deu negativo. No entanto, os sintomas prevaleceram e ela resolveu realizar outro exame. 

"Desta vez fiz o do cotonete [PCR]. E o resultado foi positivo. Hoje acordei mal... Gripe forte, cansada, dor no corpo, tosse. Vocês têm ideia do quanto este teste de sangue na farmácia é perigoso?", criticou a influenciadora no último dia 30. 

A ativista ainda disse que ontem foi aniversário de seu enteado e, por conta do resultado negativo, seu marido, Gilberto Zaborowsky, pediu para ela ir à comemoração e citou a gravidade da situação: "Agora quantas pessoas fariam um segundo tipo de teste só porque estavam sem apetite e cansada? Quantos têm condições de pagar mais um após gastar 100 reais?". 

Vale lembrar que a ativista testou positivo pela primeira vez em março do ano passado.

Último acesso: 20 Jun 2021 - 07:37:03 (1144612).