6 dicas para preparar a pele antes de se depilar no verão 

Este é o período de maior incidência de encravamento, foliculite e aparição de manchas

Da Redação Publicado sábado 2 fevereiro, 2019

Este é o período de maior incidência de encravamento, foliculite e aparição de manchas
Os cuidados corretos podem deixar o procedimento mais simples - iStock

Manter a pele lisinha por um longo tempo é uma tarefa difícil durante o Verão, principalmente se o objetivo for evitar o risco de encravamento ou o surgimento de manchas. 

Esses problemas, que ocorrem com maior incidência nessa época devido ao calor e a exposição solar prolongada, estão relacionados a falta de cuidados básicos e até mesmo por procedimentos mal realizados. 

AnaMaria conversou com Regina Jordão, fundadora da rede de depilação Pello Menos, e separou seis maneiras de preparar a pele antes de executar o procedimento. Confira!

- Hidrate até um dia antes do procedimento
Hidratar bem a pele nos dias que antecedem a remoção dos pêlos permite que a cera libere os fios com mais facilidade. No dia do procedimento, não use hidratantes ou cremes desodorantes, pois eles podem revestir o pêlo e interferir na aderência da cera. Após a retirada, espere 24 horas para nutrir a pele novamente. 

- Esteja sempre com a pele limpa na hora de aplicar a cera
O suor decorrente do calor deixa a pele mais vulnerável a infecções. Áreas do corpo como a pélvis, por exemplo, são normalmente mais quentes e úmidas, ocorrendo uma propensão maior de contaminação bacteriana. A profissional indica tomar uma ducha fria mais ou menos duas horas antes do processo.

- Não use ácidos ou cremes a base de retinol
Esses cremes realizam milagres na redução de estrias, foliculite e pigmentação desigual, porém, podem sensibilizar a pele para a depilação. Corte o uso desses produtos pelo menos uma semana antes do procedimento e espere mais uma para voltar a usá-lo. Produtos a base de álcool também devem ser evitados no pré e pós depilação. 

- Fique 48 horas sem tomar sol antes e depois do processo
A pele recém bronzeada fica naturalmente em um estado de inflamação e fragilidade, que em contato com a cera, pode gerar queimaduras e vermelhidão. Já o sol após o procedimento pode incidir nas temíveis manchas escuras e pigmentadas. Regina aconselha usar protetor solar nas pernas após o procedimento. Além de impedir as tais manchas, ainda protege dos raios solares e hidrata a pele. Evite também descolorir os pêlos ou fazer sauna.

- Esfolie levemente a pele para evitar o risco de infecção
A esfoliação remove as células mortas da camada córnea da pele, o que impede a proliferação de bactérias e fungos. Esses dois agentes são os principais responsáveis por muitos dos problemas pós depilação. Faça a esfoliação leve dois dias antes de depilar e espere mais dois para voltar a proceder com a técnica.  
   
- Busque um centro estético de confiança e com boa referência 
Muito se fala sobre a depilação à cera gerar prejuízos, como manchas e flacidez. Regina explica que esses problemas estão mais relacionados a qualidade do serviço do que ao próprio puxa-puxa do processo. Uma cera de baixa qualidade e de pouca elasticidade pode superaquecer, ferindo e manchando a pele, assim como prejudicar o folículo.    
 

Último acesso: 18 Sep 2021 - 10:33:00 (1052333).