AnaMaria

Cabelos brancos têm a ver com a genética

A queda de produção de melanina faz os fios branquearem com maior ou menos intensidade

Patricia Gebara Publicado em 01/10/2015, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Cabelo branco - Shutterstock
Cabelo branco - Shutterstock
"Arrancar cabelo branco faz nascer mais?"

Não, isso é mito. A queda na produção de melanina (pigmento que dá cor aos fios) fará os cabelos brancos aparecerem em maior ou menor intensidade, dependendo da herança genética e também do tipo de cabelo de cada um. Essa é uma característica natural 
do envelhecimento. O que acontece é que a pessoa arranca o primeiro fio branco e, quando percebe, já tem outros, que iriam aparecer de qualquer forma depois. Os primeiros fios surgem, em geral, lá pelos 34 anos. Nos orientais é um pouco mais tarde, aos 39, e nos africanos só depois dos 43. Aos 50 anos, a maioria das pessoas já tem metade dos fios brancos. No caso dos homens, esse processo se inicia nas têmporas e também na região das costeletas. Já nas mulheres, logo acima da testa, se estendendo depois por todo couro cabeludo. 


fonte: Tatiana Steiner, assessora do departamento de cabelos e unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia


Envie suas perguntas aos nossos especialistas pelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br