Pode me chamar de gorda: afinal, esta é apenas uma característica pessoal

Nossa colunista, Dani Rudz, mostra que perceber o verdadeiro significado dessa palavra é essencial na construção da sua autoestima

*Dani Rudz Publicado sexta 16 outubro, 2020

Nossa colunista, Dani Rudz, mostra que perceber o verdadeiro significado dessa palavra é essencial na construção da sua autoestima
A palavra “gorda” é apenas uma característica - Dani Rudz/Arquivo pessoal

Já reparou que basta nós, mulheres, ganharmos alguns quilinhos para ouvimos comentários sobre o nosso corpo? E, muitas vezes, até nos sentimos ofendidas ao sermos chamadas de gorda. Mas, por quê?

Durante muitos anos da minha vida, esperei emagrecer para realmente viver. Eu escondia meu gosto pela moda, minha personalidade e até meu corpo justamente pelo medo de ser gorda. E, assim como tinha medo de ser, tinha medo também da palavra “gorda”.

Fui ensinada que ela significava algo bem ruim e que, às vezes, até se transformava em xingamento, quando na verdade não passa de um simples adjetivo.


Dani Rudz (Foto: Arquivo pessoal)

Perceber o verdadeiro significado dessa palavra foi essencial na construção da minha autoestima. Quando entendi que se tratava apenas de um adjetivo, deixei de ver a ofensa e me senti livre para ter o corpo que tenho. Também construí uma relação melhor comigo mesma e passei a respeitar e amar cada pedacinho meu.

Fluvia Lacerda, famosa modelo plus size, já dizia que “Gorda não é palavrão”, em seu livro de mesmo nome. É apenas uma característica, como ser magra, alta e baixa. Não é uma ofensa e não deve ser usada como tal. Exatamente por isso, pode me chamar de gorda!

            Livro: Gorda não é palavrão (Foto: Divulgação)

O mesmo vale para “plus size”. A palavra surgiu como um sinônimo de gorda, mas sem toda a conotação de ofensa que as pessoas direcionam a ela. O termo foi absorvido em nosso vocabulário e também pode ser usado sem medo!

Precisamos parar de carregar significados aos adjetivos. Gorda não é sinônimo de feia, assim como magro não é sinônimo de bonito. A palavra “gorda” não te limita e não te define, é apenas uma característica. Ela não tem poder sobre você e não determina nenhum aspecto da sua vida.

Por isso, não tenha medo de ser como você é e nem das palavras que te descrevem. Precisamos utilizar esse adjetivo de maneira natural, porque o medo limita nossa capacidade de expressão ao mundo, nossas experiências e ainda a grandiosidade do nosso ser.

              Dani Rudz (Foto: Arquivo pessoal) 

Pode me chamar de gorda, porque também sou muito mais que isso. Sou mãe, empresária, criadora de conteúdo, executiva, consultora e mais um monte de coisas que realmente me definem. 

*DANI RUDZ é especialista em mercado plus size, criadora de conteúdo, consultora, empresária e executiva. Na Revista AnaMaria fala sobre moda, autoestima e tudo sobre o universo plus size. Instagram: @danirudz

Último acesso: 01 Dec 2021 - 10:28:59 (1127442).