AnaMaria

Proteja-se contra o câncer de pele!

No ano passado, 180 mil pessoas foram diagnosticadas com a doença no Brasil. Veja como prevenir esse mal no verão

Ana Bardella Publicado em 19/02/2018, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Proteja-se contra o câncer de pele! - iStock
Proteja-se contra o câncer de pele! - iStock

Talvez você tenha aprendido isso lá atrás, quando ainda estava na escola: a pele é o maior órgão do corpo humano. Sua função é proteger o restante do organismo contra o que vem de fora. Ela estica quando crescemos ou engordamos, sente frio e calor, recebe o toque das pessoas queridas... E também carrega em si as marcas do passar dos anos: rugas, cicatrizes e manchas – que são consequências dos acontecimentos da vida e também das nossas próprias escolhas. Por ser uma parte tão importante do corpo, cuidar da pele é uma prova de amor-próprio. E não é tão difícil: basta estabelecer uma rotina de poucos minutos diários para garantir mais saúde e prevenir doenças. A principal delas (comum em um país ensolarado como o nosso) é o câncer de pele. A cada ano, milhares de novos casos são descobertos. O curioso? Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica mostrou que, apesar de esse ser um dos tipos de câncer mais conhecidos do Brasil, uma em cada quatro pessoas admite que poderia se proteger mais contra o sol, mas continua sem aplicar protetor, usar óculos escuros ou chapéu.

Fique atenta aos sinais da doença

Amanda Vieira, dermatologista da Cia. da Consulta, alerta para os sintomas aos quais devemos prestar atenção quando o assunto é câncer de pele. “Pintas acastanhadas ou enegrecidas que podem mudar de tamanho, cor e formato, além de causar sangramento, devem ser investigadas por um médico”, orienta. Lesões elevadas e brilhantes, translúcidas, avermelhadas, rosadas ou multicoloridas também devem ser levadas ao médico para que ele possa analisar. Quanto mais rápido o diagnóstico, maiores as chances de cura!

Além do câncer

Victor Peixoto, dermatologista e consultor da marca Litonaneus, lista outros problemas que podem ser desencadeados pela exposição
desprotegida ao sol: queimaduras, envelhecimento precoce, problemas de visão, acne, alergia, melasmas e feridas que nunca saram (conhecidas como queratose, que podem se transformar em câncer). Evite a exposição ao sol entre 10h e 16h e faça a prevenção!

Coloque o protetor na sua rotina. Muita gente deixa de usá-lo porque tem preguiça de perder tempo de diversão para passar o produto