5 mandamentos para evitar o efeito sanfona e manter a dieta em dia

Descubra qual é mais prejudicial para a saúde e entenda como é possível perder peso sem voltar a engordar

Ana Bardella Publicado domingo 5 maio, 2019

Descubra qual é mais prejudicial para a saúde e entenda como é possível perder peso sem voltar a engordar
Emagrecer - iStock

Ao contrário do que se pensa, emagrecer e engordar com frequência não é normal. Além de ser incômodo, o vaivém dos números na balança pode ser prejudicial para a saúde. 

E não pense que todo ganho de peso é igual! Tassiane Alvarenga, endocrinologista e metabologista, explica que existe mais de um tipo de efeito sanfona.

“Em um deles, a pessoa se submete a uma dieta, mas, ao longo dos meses, relaxa e recupera todo o peso perdido”, detalha.

Já o outro é um pouco mais perigoso: “Há também quem apresente comportamentos extremos. Primeiro, decide entrar com tudo em uma dieta. Depois, além de abandonar o plano alimentar, exagera comendo compulsivamente”, completa. 

De acordo com a especialista, o hábito aumenta as chances do desenvolvimento de doenças do coração, diabetes e do acúmulo de gordura no fígado. A seguir, Tassiane dá o passo a passo para evitar as oscilações e conseguir resultados definitivos quando o assunto é emagrecer.

1- NÃO FUJA DA BALANÇA
Para quem está em fase de emagrecimento, se pesar todos os dias não é recomendado, pois é comum haver pequenas variações que podem desanimar. “Nesse período, o ideal é subir na balança apenas uma vez por semana, sempre no mesmo horário e preferencialmente em jejum”, orienta. Já para a manutenção do que se perdeu, a balança pode ser uma boa aliada. “Pesquisas revelam que se pesar com frequência contribui para o controle da alimentação. Fazer isso três vezes por semana já é o suficiente para não perder a mão”, garante. Mas lembre-se de que comer, beber, ir ao banheiro e até estar no período menstrual podem causar variações no resultado.

2- COLOQUE O CORPO PARA SE MEXER
Esse é um dos fatores inegociáveis para a manutenção do peso: estudos mostram que nove em cada dez pessoas que não voltam a engordar praticam por volta de cinco horas de exercícios físicos por semana.  O segredo é não perder o pique e, se necessário, aumentar a carga das atividades para que estejam adequadas ao seu tipo físico atual. “Outra dica é caminhar e subir escadas sempre que possível”, finaliza a endocrinologista.

3- MANTENHA A MOTIVAÇÃO
É comum que, depois de emagrecer, algumas pessoas percam o foco dos seus objetivos. Isso não pode acontecer! Para não deixar a peteca cair, faça uma lista das razões pelas quais você quer manter o peso perdido. Reveja também as fotos antigas para relembrar suas conquistas. E não caia na tentação de celebrar por meio da comida: em vez disso, compre um livro novo ou um ingresso para um show. “Por fim, procure dividir suas dificuldades com amigos ou membros da família. Com apoio de terceiros, tudo fica mais fácil”, indica a endocrinologista.

4- SEJA FLEXÍVEL
Muitas dietas focam na ingestão de proteínas e reduzem consideravelmente os carboidratos, uma vez que eles são mais calóricos. “Isso ajuda na perda de peso, mas nem todos conseguem manter a alimentação restrita assim por muito tempo”, explica. Se achar necessário fazer alguma adaptação, converse com o profissional que acompanhou seu processo de emagrecimento. Rigidez demais pode complicar a manutenção!

5- FOQUE NA COMIDA
A mente influencia muito na regulação do apetite. Para que ela seja uma aliada, primeiro é necessário aprender a diferenciar a fome da vontade de comer.  “Crie o hábito de avaliar sua fome em uma escala de zero a dez para saber se está faminta ou absolutamente saciada. A maior parte das vontades passa em torno de 15 minutos. Já a fome permanece intensa e por mais tempo”, indica Tassiane. Também evite usar a comida como válvula de escape ou recompensa. Outro truque é prestar atenção ao que está sendo ingerido. À medida que o estômago enche, o cérebro é responsável por mandar uma mensagem para o restante do organismo, revelando que o corpo está saciado. No entanto, o processo pode levar até 20 minutos. Comer rapidamente faz com que as pessoas ultrapassem seus limites. Por isso, quando estiver fazendo uma refeição, tente prestar atenção nos cheiros, sabores e texturas da comida.
 

Último acesso: 06 Aug 2020 - 07:16:03 (1061035).