Delícia verde: porque incluir o abacate no seu cardápio?

Apesar do alto valor calórico, ele é um dos melhores alimentos para a saúde

domingo 24 fevereiro, 2019
O abacate é composto, em sua maior parte, por gordura
O abacate é composto, em sua maior parte, por gordura Foto:iStock

Durante muito tempo, qualquer pessoa que procurasse um nutricionista para emagrecer, teria a recomendação de evitar o abacate. Isso porque o fruto era tido como muito calórico. 

“De fato, o alimento possui essa característica, mas, se consumido de maneira certa, ele ajuda a fornecer ao corpo níveis estáveis de energia ao longo do dia, prevenir cãibras e muitas outras coisas”, afirma Rodrigo Polesso, idealizador do site emagrecerdevez.com. 

Veja mais

A seguir, conheça mais sobre o abacate e veja receitas e cardápios com o fruto, feitos pelas nutricionistas Angélica Grecco (da EndoVitta), Cecília Rennó dos Santos e Walkiria Brito (Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis).

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS 
“Por ser fonte de gorduras monoinsaturadas, fibras e antioxidantes, a fruta auxilia na redução de colesterol e diminui o risco de doenças cardíacas. É também fonte de ômega 3 e vitamina E, nutrientes protetores do envelhecimento e degeneração celular, ou seja, previne doenças degenerativas como o Alzheimer”, diz Flávia Morais, gerente de nutrição e desenvolvimento de produtos do Mundo Verde.

AJUDA A EMAGRECER?
“O abacate é composto, em sua maior parte, por gordura – o que faz parecer ruim, porém, fornece energia e ácidos graxos, que auxiliam na absorção de vitaminas. Além disso, aumenta a sensação de saciedade e contém glutationa, um antioxidante que ajuda a controlar os níveis do cortisol (hormônio do estresse), que em excesso dificulta a perda de peso”, diz Bruna Muva, nutricionista esportiva da Foca and Friends e academia Overall Sports (SP).  Alimentos que possuem as mesmas gorduras são as oleaginosas, como castanhas, macadâmia e avelã; e o milho, a linhaça, o atum e o salmão.

E O QUE É GORDURA RUIM?
“Enquanto o abacate é rico em gorduras monoinsaturadas, alimentos como carnes gordurosas e manteiga possuem gordura saturada: relacionada ao aumento do colesterol e, consequentemente, responsável pelas doenças cardiovasculares. Por isso, deve ser evitada”, aconselha a nutricionista Thalita Rocha.

MAS NEM TODO MUNDO PODE CONSUMIR
Pessoas com alergia ao látex devem consultar um médico antes de consumir abacate, pois há o risco de hipersensibilidade à fruta.

QUANTO COMER POR DIA?
Para não haver exageros, o ideal é o consumo de 100 g de abacate ao dia.
 

Júlia Arbex
Leia Mais:

Assine a Revista Digital

Bate Bola na Cozinha

BEM-ESTAR

  1. 1 ''Meu filho usa bombinha para asma. Faz mal para o coração?''
  2. 2 Saiba tudo sobre o Parkinson, o distúrbio que surge pela morte dos neurônios
  3. 3 Conheça as 12 orientações europeias que previnem todo tipo de câncer
  4. 4 Maracujá: superalimento muito além de um calmante natural
  5. 5 Comer demais (ou de menos) pode ser um grave problema