Iogurte proteíco: vale a pena incluir essa delícia no cardápio

Conheça os benefícios desse produto saudável e com baixo teor de  gorduras. De tão gostoso, dá até para fazer musse e shake com ele

Karla Precioso Publicado sábado 18 maio, 2019

Conheça os benefícios desse produto saudável e com baixo teor de  gorduras. De tão gostoso, dá até para fazer musse e shake com ele
Iogurte proteicos - Getty Images

Os iogurtes proteicos são uma forte tendência e, a cada dia, novas opções são encontradas nas prateleiras dos supermercados.

Em relação à maioria das opções disponíveis, essa versão é uma das melhores escolhas que se pode fazer, principalmente por quem pratica exercícios regularmente. 

Por quê? Esse tipo de alimento fornece o consumo adequado e fracionado de proteínas ao longo do dia, sendo, portanto, indicado especialmente para o café da manhã e refeições intermediárias, incluído aí os lanches pré e pós a prática
de atividades físicas. 

A nutricionista Renata Guirau, do Oba Hortifruti, reforça: “Nas refeições no meio da manhã e da tarde, por exemplo, pode ser difícil atingir uma meta proteica mais alta e esses iogurtes são grandes aliados para isso. 

São também baixos em gorduras e, consequentemente, pouco calóricos”. Outro ponto forte é que algumas marcas já trabalham com a versão sem lactose, indicada até mesmo para os intolerantes a esse nutriente. Só vantagens, né?

O CONSUMO E SEUS BENEFÍCIOS

1. Alguns tipos são constituídos por bactérias como os lactobacillus, que têm um papel significativo na digestão da lactose. Mas atenção: nem todas as pessoas intolerantes a essa substância conseguem digerir o iogurte. É necessário, portanto,
uma avaliação individual e específica antes de consumir o produto.

2. Opção válida para dietas ovolactovegetarianas, para quem tem dificuldade em consumir proteína animal e para os idosos com restrição de mastigação que, por conta disso, reduzem as quantidades de carne e peixe ingeridas. Em se tratando de crianças, no entanto, o recomendado é oferecer o bom e velho iogurte natural comum.

3. O alimento apresenta valores proteicos bastantes superiores aos iogurtes comuns. Enquanto um produto regular tem uma quantidade de proteína que ronda os 5 g, na variedade proteica pode variar entre 10 g e 18 g. Ou seja, para quem tem necessidade de ingerir alimentos com taxa maior do nutriente, este tipo de iogurte é o ideal. 

4. Pouco calórico, graças ao baixo teor de gorduras 

5. As proteínas do iogurte, assim como as do leite, são de elevado valor biológico. Ou seja, contêm todos os aminoácidos essenciais e nas proporções adequadas.

6. Em relação aos carboidratos, contém apenas os açúcares naturais dos ingredientes, tanto do próprio leite quanto das frutas, quando adicionadas para dar sabor ao alimento. 

7. Resumidamente: o iogurte proteico é indicado para quem precisa consumir bastante proteína, pouca gordura e pouco carboidrato em alguma refeição realizada ao longo do dia.

ALERTA
Introduza o produto de forma equilibrada na alimentação, sem exagero. O excesso de proteína pode representar um risco para o aumento de peso, além de afetar os rins e o fígado e favorecer o aparecimento da osteoporose.
 

Último acesso: 06 Aug 2020 - 20:21:25 (1062518).