AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria
Notícias / Dinheiro / FICA A DICA

André Souza dá cinco dicas para você melhorar seus planos financeiros

O Especialista, André Souza, revela maneiras infalíveis para manter as finanças em dia

Karla Preciosa Publicado em 17/07/2022, às 08h00

Estabelecer metas é essencial para um bom planejamento financeiro. - Stevepb on Pixabay
Estabelecer metas é essencial para um bom planejamento financeiro. - Stevepb on Pixabay

Um novo ano é um bom momento para revisar os planos relacionados às finanças. É a melhor hora de analisar os gastos, estudar investimentos e compreender como o próprio comportamento financeiro pode ajudar a atingir as metas. Mas, se ainda não parou para fazer esse planejamento, ainda é tempo. Para auxiliar nessa tarefa, André Souza, Diretor de Investimentos do PagBank PagSeguro, preparou cinco dicas para organizar a vida financeira, alinhar as expectativas e ajudar no desenvolvimento do orçamento. Vem ver!

ESTABELEÇA METAS

Traçar metas e definir as etapas do processo são essenciais para o planejamento sair do papel. Assim, é possível manter o pensamento nos objetivos e diminuir o risco de cair em tentações e abandonar o compromisso. Um poderoso guia para quem não sabe por onde começar é o uso de técnicas, como o método SMART, que orienta traçar as metas em cinco pilares:

Específica: o que eu quero? Por que eu quero?

Mensurável: Quanto preciso? Quanto poupar para atingir?

Atingível: É compatível com minha renda?

Realista: Qual a prioridade da meta?

Temporal: Em quanto tempo quero realizar? O que tenho que fazer esse mês, no próximo trimestre, no próximo ano?

“Ter metas é o primeiro passo para alcançar as conquistas financeiras. Elas servem como um guia para concretizar os objetivos. É um apoio para visualizar o que se quer alcançar e manter o foco sem sair do campo da ação”, ressalta André.

MELHORE SEUS HÁBITOS FINANCEIROS

A organização e o equilíbrio da vida financeira dependem muito de nossas atitudes e hábitos. André Souza explica que as escolhas não são só racionais, e, por isso, é preciso entender como as emoções influenciam nas decisões financeiras. “Conheça seus hábitos e comportamentos, e, se possível, reduza ou elimine gastos desnecessários. Pesquisar preços, listar o que precisa adquirir e evitar compras em muitas parcelas no cartão de crédito também são pontos de atenção”, indica.

MANTENHA O SEGURO EM DIA

É muito comum que, com a correria do dia a dia, não passe pela cabeça que imprevistos podem acontecer, seja um acidente com o celular ou até mesmo um problema de saúde. Por isso, manter os seguros em dia é extremamente importante, pois eles garantem o bem-estar, a tranquilidade e a saúde financeira durante todo o ano. O seguro residencial, por exemplo, pode ser muito útil não somente pelas coberturas, mas também pelas assistências 24 horas, com as quais você conta com serviços de chaveiro, encanador e eletricista, entre outros, além de descontos em medicamentos.

FIQUE DE OLHO EM PROMOÇÕES E DESCONTOS

Realizar pesquisas para aproveitar os melhores descontos em produtos e serviços que você necessita são ótimas práticas. Hoje, existem diversos sites com promoções e facilidades para o consumidor. Mas fique atento e utilize apenas portais confiáveis.

REVISE SEUS INVESTIMENTOS

Dependendo da saúde financeira atual, começar a investir pode estar associado aos projetos futuros. Para quem está iniciando, André menciona o CDB, uma aplicação de renda fixa com baixo risco e boa rentabilidade. O valor aplicado fica separado do saldo da conta, e, assim, é possível guardar as economias e planejar o futuro. Outra opção é o Tesouro Direto, que são títulos acessíveis, a partir de aproximadamente R$ 30, para objetivos de curto, médio e longo prazos, com a garantia do Tesouro Nacional e rendimento diário.