AnaMaria
Dinheiro / Relacionamento

Confira 5 dicas para ter um casamento sem dívidas

Veja como ter um casamento sem dívidas

Júlia Arbex Publicado em 09/06/2019, às 19h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Antes de tomar qualquer decisão, fique de olho nos juros - Banco de Imagem/Getty Images
Antes de tomar qualquer decisão, fique de olho nos juros - Banco de Imagem/Getty Images

A especialista em finanças pessoais Malena Oliveira, da Magnetis Investimentos, separou cinco dicas de como juntar dinheiro para casar e não começar a vida a dois com dívidas.

QUITE AS DÍVIDAS QUE ESTIVEREM PENDENTES
Se um de vocês ou se os dois estiverem com o nome no SPC ou Serasa, é hora de renegociar os valores com os credores. Mas antes de tomar qualquer decisão, fique de olho nos juros. 

O cheque especial, por exemplo, tornou-se a opção de crédito mais cara. Mas isso não precisa ser um problema sem solução: se você se organizar e separar uma quantia todo mês para quitar as dívidas, sem dúvida, vai conseguir começar a guardar dinheiro para o casamento dos seus sonhos.

COMECE UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO DO CASAL
Depois, é hora de começar a pensar na organização. Montar um orçamento é indispensável para que os dois consigam chegar ao objetivo. 

Qual será o tamanho da festa? Qual é o estilo de casamento desejado? Qual é o preço médio dos serviços que serão contratados? 

Para quem ainda não tem uma casa montada, é preciso considerar outros custos também, como a compra de móveis e eletrodomésticos, a caução do aluguel ou até a entrada na casa própria. Depois de somar tudo isso, é possível saber o quanto será necessário juntar.

PREPARE-SE PARA CORTAR ALGUNS GASTOS
Se o objetivo é juntar dinheiro para casar, alguns sacrifícios precisam ser feitos. Nesse sentido, é indispensável pensar em meios de economizar. Depois de colocar todos os gastos e ganhos no papel, pense o que pode ser cortado. Reduzir o número de vezes que vocês saem no final de semana é um bom exemplo para a contenção de despesas.

SAIA DA POUPANÇA PARA UM INVESTIMENTO MAIS RENTÁVEL
Ao falar em guardar dinheiro para fazer um casamento, muita gente associa a tarefa a abrir uma conta-poupança. No entanto, essa não é a melhor opção de investimento. Em vez disso, é muito melhor usar o Tesouro Direto, o CDB e até os fundos de investimento.

EVITE UTILIZAR CARTÃO DE CRÉDITO E CHEQUE
Além de eliminar as dívidas, o ideal é evitar novos gastos ao longo do processo. Senão todo o seu esforço será em vão. 

Para não cair em tentação, evite usar cartão de crédito e cheque. O pagamento à prestação parece uma ótima saída no momento da compra, mas logo passa a ser um problema no futuro.